segunda-feira, 12 de abril de 2021

Com madeira doada pelo IMAC, Prefeitura Plácido de Castro vai construir pontes de três ramais


Assinatura do termo doação de madeira ao município de Plácido de Castro. Foto: Jardy Lopes


Por Leandro Matthaus- contato@portaltarauaca.com.br

Com o apoio do governo do estado, por meio do Instituto do Meio Ambiente do Acre (IMAC), a Prefeitura de Plácido de Castro conseguiu 62 metros³ de madeira, para construir as pontes dos ramais do município. Ao todo serão três logradouros beneficiados: ramal da Enco, ramal 16 e do Igarapé Santa Helena.

Entrega de escola no valor de mais de três milhões de reais está atrasada há quatro anos, na cidade de Jordão


              Obra foi abandonada pela empresa vencedora da licitação


A quarta escola da cidade de Jordão, orçada no valor de R$ 3.426.210,36 (três milhões, quatrocentos e vinte e seis mil, duzentos e dez reais e trinta e seis centavos), deveria ter sido entregue no ano de 2016, mas o atraso já perdura por quatro anos. Enquanto isso, a Construtora Noruega, com sede na cidade de Tarauacá, vencedora da licitação, já está trazendo até o restante do material (tijolos, telhas) que estava em Jordão, para sua sede. E a obra continua inacabada e sem data para termino e entrega.

Segundo informações de alguns vereadores, a empresa alega que sem aditivo não é possível continuar, haja vista o alto preço para construir em Jordão. Pois, somente com transporte, a construtora teria gasto cerca de quinhentos mil. Contudo, vale destacar que, no ano de 2015, data do início da construção, o preço do tijolo, da telha e do cimento, era vendido pela metade do valor que é praticado no mercado atual. Aliás, quando alguém concorre a uma licitação numa cidade atípica, como Jordão, sabe o risco e gastos que terá. Logo, a desculpa é apenas estória de empreiteiro.



O dinheiro é oriundo do Fundo Nacional da Educação Básica (FNDE). Na época de gestão da preside Dilma Rousseff, com o lema de gestão: Brasil, Pátria Educadora, o MEC liberou milhões de reais para a construção de centenas de escolas modelos e creches para a educação básica.

Embora o dinheiro seja de origem federal, a responsabilidade de licitação, fiscalização é do município de Jordão, que na época, era gerido pelo ex-prefeito Élson Farias (PCdoB).

Iniciada no dia 25 de maio de 2015, a escola deveria ser entregue pela empresa ao município doze meses depois. Ou seja, 25 de maio de 2016. Todavia, passaram mais quarto anos de gestão do governo Élson Farias e a escola ficou apenas nas promessas de campanha.

Devido a viagem do novo prefeito e da secretária de educação à comunidade Novo Porto, no rio Muru, não possível ouvi-los para saber quais providências serão tomadas.

A direção do Portal Tarauacá também encaminhará a reclamação ao Ministério Público Federal e Ministério do Tribunal de Contas da União para que seja apurado o atraso na entrega e, caso, haja danos ao erário, que os responsáveis sejam condenados a devolver o recurso.

A redação do site também não conseguiu contato com o dono da Construtora Noruega, mas fica o espaço reservado para os possíveis esclarecimentos, no e-mail: contato@portaltarauaca.com.br

Bernardinho diz que acerto com a França é desafio: "Vontade de sair da zona de conforto"

A decisão não foi das mais fáceis. Ao ser procurado pela Federação Francesa para assumir a equipe masculina após as Olimpíadas de Tóquio, Bernardinho balançou. Desde a conquista do ouro olímpico no Rio, em 2016, o técnico deixou o comando da seleção brasileira e se manteve dedicado apenas ao time feminino do Rio de Janeiro, hoje Sesc-Flamengo. A vontade de sair da zona de conforto, porém, falou mais alto.


Após o anúncio oficial nesta segunda-feira, Bernardinho confirmou o acerto com a França. Ele seguirá à frente do Sesc-Flamengo, mas terá, também, a missão de levar o time europeu ao ouro nas Olimpíadas de Paris, em 2024.


- Eu nunca havia pensado na possibilidade de sair do Brasil. O desafio, que é algo que sempre me moveu, a vontade de sair dessa zona de conforto, de poder evoluir, crescer, aprender um pouco mais. E retornar, daqui a três anos e pouco, para o meu país, para as cores que eu sempre defendi. Mas, nesse momento, eu penso que é um momento de aprendizado, realmente de evolução, certamente de muito desconforto. Não vai ser fácil encarar o projeto e é o que eu estava sentindo muita falta - afirmou.

Bernardinho à frente da seleção na final das Olimpíadas do Rio — Foto: Reuters


Bernardinho deixou a seleção brasileira logo após o ouro olímpico no Rio de Janeiro. Na época, quis se dedicar mais à família e ao projeto no Rio de Janeiro. Agora, espera fazer com que a França seja um rival à altura na briga por um ouro olímpico em Paris.

- Deixei a seleção em 2016, porque era a hora realmente de outras pessoas assumirem. E o novo treinador, o Renan (Dal Zotto) assumiu com brilhantismo, vem conduzindo um trabalho fantástico. Nós temos os melhores treinadores. O Brasil vai continuar brilhando. E eu espero que a França em 2024 seja um bom adversário.


No acordo com a França, Bernardinho deixou sua permanência à frente do Sesc-Flamengo acertada. Assim, vai se dividir entre Rio e Paris pelos próximos anos.


- Vou passar alguns meses na França, muitos meses aqui no Brasil. Essa é a minha terra, esse é o meu país, a minha família vai estar sempre aqui.


Um dos mais vitoriosos técnicos do país, Bernardinho vai comandar pela primeira vez uma seleção estrangeira. O treinador chegou ao time masculino do Brasil em 2001, às vésperas da Liga Mundial daquele ano – da qual sairia campeão. Estreou no dia 4 de maio, contra a Noruega, em amistoso disputado em Portugal, como parte da preparação para o torneio. Em 15 anos, somou mais de 30 conquistas à frente da equipe. Foram dois ouros olímpicos (2004 e 2016), duas pratas (2008 e 2012) e três títulos mundiais (2002, 2006 e 2010), além de oito Ligas Mundiais. Antes, com a seleção feminina, conquistou dois bronzes olímpicos, nos Jogos de Atlanta, em 1996, e de Sydney, em 2000. Foram seis medalhas olímpicas em sequência.


Por GE

domingo, 14 de março de 2021

“Não sou garota de programa”, diz Rogéria Rocha em entrevista exclusiva ao ac24horas






Ela diz ter orgulho das suas origens, certeza de onde quer chegar e que pouco se importa com a opinião das pessoas, mas não nega que sabe e que tira proveito por ser desejada por quase todos os homens. Assim é Rogéria Rocha. A acreana de 29 anos é um fenômeno nas redes sociais. Somente no Instagram, possui quase 33 mil seguidores. Não é difícil saber o motivo: as fotos explicam o segredo do sucesso.


Além da beleza, outra coisa que chama atenção no perfil de Rogéria é o estilo glamuroso de vida. Nos últimos 4 meses, a acreana “viveu” uma rotina que para a grande maioria das pessoas não passa de um sonho distante. Festas luxuosas, lugares requintados e paisagens encantadoras em cidades como Dubai, nos Emirados Árabes, e também destinos turísticos dos Estados Unidos e diversos países da Europa.

O ac24horas foi conhecer quem é essa mulher admirada, invejada e que em um bate-papo, não se incomodou em falar sobre nenhum assunto, inclusive os mais polêmicos. Rogéria conta que nasceu em uma família de classe média. “Eu sou acreana no pé rachado, nasci aqui em Rio Branco, minha família é de classe média, meus pais se separaram quando eu era criança, mas se dão bem e são os meus melhores amigos”.


A acreana diz que o apego pelas fotos vem da infância. “Tive uma infância muito saudável, de muito amor graças a Deus, e desde meus 5 anos eu comecei a gostar de fotos quando fiz meu primeiro ensaio fotográfico. Então eu sempre participei de vários cursos de modelo. Eu estudava no Colégio Meta e no meu 3º ano eu participei e ganhei Miss Acre Estudantil”.

Sobre as viagens pelo mundo, Rogéria explica que sempre foi um sonho conhecer lugares diferentes. “Eu sempre amei viajar. Conheço 10 países e quero conhecer muito mais ainda. Eu sempre gostei muito de ter minhas coisas, sempre fui bem destemida, de se arriscar. Eu falo que o mundo é de quem se arrisca”.

Apesar de ainda não ter chegado aos 30 anos, conversar com Rogéria transparece alguém com mais experiência. Diz que já teve três relacionamentos de morar junto e que, assim como tantas outras mulheres, passou por situações desagradáveis. “Eu já morei junta 3 vezes e nos meus relacionamentos eu costumava sempre me diminuir. Mesmo assim, não me arrependo, pois foi com eles que aprendi muito e vi o quanto sou forte”.

Ainda assim, é impossível olhar as fotos de viagens que estão longe de serem baratas e não se perguntar de onde vem a grana que sustenta tanto luxo e glamour. Este é outro assunto que não incomoda e que Rogéria fala com tranquilidade.


“Eu sempre gostei muito de dinheiro, não só pelo dinheiro, mas sim pelo que ele me proporciona, que é eu poder dar tudo para meu filho, poder ajudar minha família, poder fazer minhas viagens. Eu nunca quis casar com homem rico para ser rica, meu foco sempre foi eu ficar rica. Minha cabeça é muito focada na minha vida profissional e na minha estabilidade financeira. Eu tenho investimentos na área de construção, bolsa de valores e mais um bocado de coisa. Estou na melhor fase da minha vida, inclusive financeira”, garante.

O último investimento da acreana é o Blog rogeriarocha.com, onde é preciso pagar para ter direito a ver ensaios sensuais exclusivos com fotos e vídeos, além de conteúdo sobre dicas de viagens, negócios e um pouco do dia a dia de Rogéria. “O blog é mais um investimento. Eu sempre gostei muito de fazer ensaios sensuais, sempre fiz e postei no meu insta, e um dia parei e pensei, porque não vender? O blog tem dado super certo, eu sonho muito grande, meu foco não é só aqui, eu quero o blog no Brasil e no mundo. Afinal, sonhar grande e sonhar pequeno dá o mesmo trabalho, né?”, diz.



O site quis saber se ela tem conhecimento dos comentários sobre a vida de luxo que leva ser sustentada por meio de programas sexuais. “Eu não sou garota de programa. Essa história já me incomodou por causa da minha família. Mas hoje, meu pai e minha mãe são meus melhores amigos e sabem de tudo que eu faço. Sei que já vazaram várias fotos minhas em sites, mas foram colocadas por outras pessoas”.

Ela afirma que quem pagar para encontra-la vai se lascar, porque garota de programa não é. “Eu vivo dos meus investimentos. Agora, se fazer programa for uma mulher que aceita presentes de um homem, eu vou dizer que eu e todas as mulheres somos. Se fazer programa for ser o tipo de mulher que não é besta para homem eu também sou. Um homem pegar dinheiro e me pagar para fazer sexo comigo, eu nunca fiz. Agora, aceitar presente de homem já fiz várias vezes e não vejo nenhum problema nisso. Aliás, acho que toda mulher deveria fazer isso, a gente já passa por tanta coisa, já tem que aguentar tanta coisa de homem, porque eles não podem ajudar a gente?”.

Rogéria conta dos sonhos que ainda pretende realizar. “Eu sou uma pessoa muito abençoada por Deus, estou começando a construir uma casa para a minha mãe, com piscina e todo o conforto que ela merece. Outro sonho que tenho é ir para África como voluntária, ia ano passado, mas tive que adiar por conta da pandemia. No ano que vem quero levar meu filho para a Disney e ainda tenho muito lugar para conhecer”, diz Rogéria.

Por Leonidas Badaró, ac24horas.com

domingo, 28 de fevereiro de 2021

Jordão: Diretoria de Esportes faz reparos no Ginásio para início das atividades depois de quase 1 ano de suspensão devido a pandemia


Por João Braz, Jordão Agora



A Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Cultura,  via diretoria de esportes, deu início aos trabalhos rumo as organizações das atividades esportivas no município.


Nesta quinta-feira, dia 25 de fevereiro, o Diretor Antônio Rodrigues de Paiva com a ajuda da Secretária de Administração e Obra,s Elecilda Ribeiro, juntamente com o Diretor de obras José Souza e a Secretaria de Educação Meire Sérgio, realizaram uma limpeza no Ginásio Cícero de Paiva Melo, com o intuito de dar um pontapé inicial às atividades esportivas no ano de 2021, tão logo a pandemia da Covid 19 der uma diminuída no município.


Em 2020 pouca atividade esportiva foi realizada devido ao Coronavirus e em 2021 a copa São Sebastião que sempre acontece entre os dias 11 e 20 de Janeiro há 14 anos de tradição, foi adiada pelo prefeito Naudo para o aniversário da Cidade ,em abril.


O ginásio passará por pinturas e reparos para que, assim que possível, os desportistas possam usufruir de um espaço com mais qualidade para praticarem suas atividades. Conclui Antônio Rodrigues.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Tudo que você precisa saber sobre as mudanças recentes na lei da nacionalidade portuguesa








Ter dupla nacionalidade é sempre um benefício, visto que o cidadão consegue gozar integralmente de todos os direitos em ambos países.

Quando falamos sobre a nacionalidade portuguesa, há ainda mais benefícios, já que é possível morar legalmente em diversos países da Europa, não ter a necessidade do visto americano, entre outros.

Será que você tem direito há cidadania portuguesa? Sempre acontecem mudanças na lei e nos últimos anos elas vieram pra facilitar ainda mais.

Será que o seu caso se enquadra em alguma alteração? Isso é o que você vai conferir em nosso artigo de hoje.

Lei da Nacionalidade portuguesa – Principais mudanças

Não é mais necessário comprovar laços com a comunidade portuguesa

Uma das mudanças dentro do processo de nacionalidade, tem relação com os laços com a comunidade portuguesa.

Essa exigência foi sancionada na lei de 1981 e no ano de 2018 teve sua atualização, contudo, a comprovação de tal laço é difícil e muitas pessoas estavam tendo maior burocracia dentro do seu processo por conta disso.

Algumas pessoas visitavam Portugal, tiravam algumas fotos para comprovar o vínculo, tentavam utilizar da língua para isso e em cada processo isso era lido de uma forma.

Sendo assim, foi extinto.

Nacionalidade portuguesa – cônjuges

Como sabemos, é possível obter a nacionalidade portuguesa por casamento, ou seja, casando com um cidadão português.

A lei nesse sentido veio novamente para simplificar o processo para quem se enquadra nesse requisito.

Para que a nacionalidade aconteça nesses casos era necessário:

– Ter pelo menos 6 anos de casamento ou;

– Ter um filho em comum (nesse caso não era necessário esperar pelo tempo de 6 anos).

Mas para além disso, o cônjuge precisaria comprovar laços com a comunidade portuguesa, o que foi extinto, sendo a principal mudança.

Nacionalidade portuguesa – Filhos de imigrantes

Diferente do que muitas pessoas pensam, o filho de um casal de imigrantes não nasce português.

Vamos ao exemplo prático, se dois brasileiros residem em Portugal com a devida autorização de residência e acabam tendo um filho, esse filho não nasce português e sim brasileiro.

Isso mesmo, dentro da lei, nascer em território português sendo filho de estrangeiro, não garante o acesso a nacionalidade.

Na lei antiga, essa criança precisava esperar pelo menos 5 anos para solicitar a sua nacionalidade portuguesa.

Com as mudanças recentes, o prazo para conseguir a nacionalidade é de um ano.

Conclusão

As novas mudanças facilitam para obtenção da nacionalidade portuguesa, sendo algo bem animador para os descendentes que tinham dificuldades em comprovar laços, por exemplo.

Segundo os partidos que votaram a favor de tais mudanças, o intuito é que o sistema de nacionalidade seja mais justo.

Não podemos esquecer que Portugal é um país que precisa de imigrantes, pessoas jovens e em idade de trabalho, por isso essa facilitação é uma forma de atrair mais pessoas para o país.

Há ainda algumas alterações a serem votadas e que se aprovadas, serão mais uma boa notícia, mas para isso precisamos aguardar.

Nacionalidade portuguesa – Como obter a sua?

Se animou com essas mudanças da lei? Saiba que você pode entrar em contato e saber mais sobre a nacionalidade portuguesa.

Existem muitos detalhes onde podemos te ajudar e começar uma orientação, afinal, é completamente normal se sentir perdido no começo, são mesmo muitos detalhes.

Teremos prazer em te ajudar com todas as dúvidas.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

A FERA DO SERINGAL CANADÁ: Possuído, homem mata a facadas 3 pessoas, sendo uma criança de 12 anos, e fere mais duas



A Polícia Civil no município de Feijó deu início a investigação para identificar autores de homicídios ocorridos no últimos dois dias.

Na última terça-feira, dia 09, ocorreram cinco homicídios, de forma brutal, na zona rural da cidade de Feijó.

Os crimes se deram no seringal Canadá, por volta das 23h do dia 09, local distante da cidade, cerca de um dia de subida no Rio Envira.

Três homicídios foram consumados e dois tentados. Na data de ontem, por volta das 17h30, as duas vítimas da tentativa de homicídio, um casal, chegou à cidade para atendimento médico.

Inicialmente, após tomar conhecimento dos fatos, uma equipe foi deslocada ao hospital para buscar as informações preliminares. Em seguida, a autoridade policial buscou meios logísticos para enviar uma equipe policial ao local dos crimes.

Nesta data, por volta das 08h, a equipe formada por policias civis e militares foi para o local dos fatos, devendo chegar no seringal no início da noite.

ENTENDA O CASO

A investigação preliminar aponta para crime passional tendo Juvenir Cardoso Lucas, de 18 anos de idade, matado três pessoas e feridos duas por não aceitar o término da relação com sua ex-companheira, que é sobrinha do casal, proprietário da casa, mortos no dia 09.

Diante das informações colhidas pelo site Feijó Noticias um conhecido rezador tendo por nome Altevir estava em sua casa juntamente com sua esposa e uma adolescente que seria filha do casal, também estava na residência outro casal e uma criança que teria ido em busca de ajuda para que Altevir rezasse na criança, já estava anoitecendo e as visitas ficaram na casa devido o horário.

Juvenir Cardoso Lucas teria invadido a casa do Sr. Altevir e foi esfaqueando as pessoas que lá estavam iniciando a tentativa de homicídio por um casal de visitantes que tinham ido levar uma criança para ser benzida por Altevir.

Não conseguindo matar o casal, este escapou, levando consigo seu filho e foram buscar abrigo na casa ao lado.

Os demais não tiveram a mesma sorte, pois quando o visitante retornou à casa, cerca de dez minutos depois que saiu, Juvenir havia matado os três, usando a mesma faca.

A ex-companheira de Juvenir não estava no local do crime.

Na data de ontem, por volta das 00h chegou à cidade o corpo da menor D. L. N, de 12 anos, o qual foi encaminhado para o IML de Cruzeiro do Sul, tendo em vista que em Feijó o médico plantonista se recusou fazer a perícia médico-legal.

A equipe da Polícia Civil está a caminho do local para os procedimentos e segundo o delegado Railson Ferreira já houve a representação pela prisão preventiva do autor.

Por Notícias da Hora

Gladson Cameli anuncia mais de R$ 90 milhões em investimentos para Tarauacá, Feijó e Jordão




Em agenda pelo interior do Acre, aproximando-se dos novos prefeitos e da população, o governador Gladson Cameli anunciou nesta quinta-feira, 11, um investimento de R$ 92 milhões em obras de infraestrutura para os municípios de Tarauacá, Feijó e Jordão.

Só para Tarauacá, município onde realizou o anúncio ao lado da prefeita Maria Lucinéia, serão R$ 54 milhões, que incluem a revitalização do aeródromo da cidade, recuperação de ramais, vias urbanas, operação tapa-buraco, reforma de dez escolas, a construção de um armazém comunitário e a implantação da terceira entrada da cidade, que, sozinha, receberá um investimento de R$ 13 milhões.


Além disso, junto com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), começam os preparativos para a criação de uma estação de tratamento de esgoto na cidade. Enquanto isso, Feijó também receberá um investimento de R$ 20 milhões e Jordão de R$ 17 milhões, principalmente em obras de infraestrutura.

Para Gladson Cameli, este é um momento de vencer desafios unindo pessoas. Na luta contra a Covid-19, a dengue e agora a cheia dos rios, ele destacou que tudo tem sido feito com parcerias e os investimentos são resultados diretos do apoio recebido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e a bancada federal do Acre.

“É dar as mãos num momento tão difícil. O meu interesse é o povo. Nós vamos fazer o que tiver de fazer para não entrar em colapso. E cada um tem que fazer a sua parte. Os desafios são grandes, mas o governo segue a pleno vapor, os projetos estão andando e os investimentos continuam para movimentar nossa economia, com geração de emprego e renda”, destaca o governador.

A prefeita de Tarauacá disse se sentir bastante prestigiada pela visita do governador, num anúncio de parcerias tão importantes para o município, em que a população só ganha, além de reforçar que continuará nessa linha de parcerias para buscar a realização de projetos como a implantação de um asilo e um restaurante popular na cidade.

“É uma alegria receber a equipe do governo em nossa cidade. Obras que trazem dignidade para nosso povo, principalmente as pessoas que mais precisam. É o momento de darmos as mãos e unirmos as forças para vencer as adversidades”, avaliou.

O encontro também foi símbolo para a doação de madeiras ilegais apreendidas pelo lnstituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) para a Prefeitura de Tarauacá, a entrega de uma caminhonete e um quadriciclo para o escritório do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), além de fardamento no valor de R$ 1 milhão e armamento calibre 12, no valor de R$ 280 mil para os agentes penitenciários de Feijó e Tarauacá.

Samuel Bryam

Estudo inédito indica benefícios do própolis no tratamento da Covid-19

 Por Giulia Vidale 

Um estudo brasileiro e inédito indica que o extrato de própolis é benéfico no tratamento da Covid-19. A pesquisa mostrou que a administração da substância em pessoas infectadas é capaz de reduzir em 50% o tempo de internação e diminuir os danos renais.

Os pesquisadores chegaram a essa conclusão após avaliar o impacto da substância em 124 pessoas com Covid-19 entre junho e agosto de 2020. Todos os voluntários tinham cerca de 50 anos, comorbidades similares, apresentavam sintomas havia cerca de oito dias e o mesmo grau de acometimento pulmonar – em torno de 50%.

Os participantes foram divididos aleatoriamente em três grupos: o primeiro era composto por pacientes que foram submetidos ao tratamento hospitalar padrão para a doença. Já os outros dois receberam, além do protocolo padrão, doses diferentes de extrato de própolis, 400 mg ou 800 mg por dia.

Os resultados mostraram que os pacientes que receberam extrato de própolis se recuperaram mais rápido, com um período de internação 50% menor do que aqueles submetidos apenas ao tratamento padrão. Além disso, aqueles que tiveram acesso à substância apresentaram índice menor de lesão renal aguda. Em pacientes que receberam a dose maior, o risco foi de 4,8%; já entre os que receberam a dosagem menor, o risco atingiu 12,5%. Por fim, no grupo que recebeu o tratamento convencional do hospital, o risco atingiu 23,8%.

“Ainda sobre a questão renal, todos os pacientes que receberam as cápsulas de própolis não apresentaram necessidade de diálise, diferentemente dos outros que tiveram o tratamento padrão. Além disso, a pesquisa mostrou ainda uma tendência entre os pacientes que receberam extrato de própolis de precisar menos de intubação”, disse Marcelo Silveira, pesquisador clínico da Apis Flora e do Instituto D’Or, responsável pela condução do estudo.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
 

LEIA TAMBÉM: Remédios contra Covid-19: o que funciona e o que é melhor deixar para lá

A pesquisa foi aprovada pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) e é uma parceria entre Apis Flora, Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino e Hospital São Rafael, de Salvador. Vale ressaltar que os resultados são preliminares. O trabalho foi publicado recentemente na plataforma de pesquisa médica medRxiv e ainda precisa ser revisado por outros especialistas. As instituições informaram que irão conduzir um novo estudo, com um número maior de participantes.

“O fato de se tratar de um produto facilmente acessível para toda a sociedade também representa um ganho importante no combate à doença”, comenta David De Jong, pesquisador do grupo e da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo.

O própolis é uma substância produzida pelas abelhas a partir de plantas e resinas. “Ele [o própolis] tem propriedades antivirais, anti-inflamatórias, imunoreguladoras, antiproteinúricas e antioxidante”, escrevem os autores.

Os pesquisadores acreditam que os benefícios do extrato de própolis no combate à Covi19- estão associados à sua ação em alvos virais, como a ECA2 e TMPRSS2, utilizadas pelo vírus para invadir as células.

Dr. Gilvan Barbosa Gama >>>>Piúma-ES

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Prefeito Zequinha se reúne com Presidente da Fieac e discute sobre setor industrial e comercial

 

O Prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, se reuniu na manhã desta sexta-feira, 15, com o Presidente da Federação das Indústrias do Acre, José Adriano, com a representante da Fieac em Cruzeiro do Sul Janaína Terças e com o Presidente da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul Luiz Cunha, para discutirem estratégias de fortalecimento para as indústrias e comércios da região, e firmar parcerias entre as instituições e o município. 


A Fieac se dispôs a ajudar o município, com consultorias na parte econômica, afim de traçar junto com a gestão estratégias que venham a ajudar a classe, fortalecendo a economia e o desenvolvimento da região.


“Dentro desse debate incluímos as demandas mais urgentes, como é o caso que das nossas regularizações parafiscais, que abrem todas as portas dos empresários, e é nossa maior preocupação. O prefeito se comprometeu em analisar nossas propostas, enfim, viemos deixar nossa parceria para fazer um trabalho em conjunto com a sociedade de Cruzeiro do Sul”, explicou o presidente da Fieac. 


O Presidente da Associação Comercial, agradeceu a disponibilidade do Prefeito em ouvir o setor, e enfatizou a necessidade das parcerias. 


“Agradecemos o Prefeito Zequinha pela oportunidade de dialogar conosco, o momento que vivemos requer essas parcerias, para encontramos soluções para o momento desafiador, em razão das dificuldades impostas pelo Covid, e superarmos essa crise econômica que vivemos”, destacou Luiz Cunha, presidente da Associação Comercial. 



O Prefeito Zequinha Lima reiterou que o município, através da gestão, sempre teve a intenção de estabelecer parcerias com os órgãos e instituições do estado, sendo necessário desburocratizar e proporcionar estratégias de desenvolvimento juntos. 


“Isso é genial, pois vai trazer avanços e conhecimento para nossa gestão e investimentos para região. Vivemos um momento delicado onde muitas indústrias e empresas estão se esforçando para não fechar suas portas, e tem algumas questões relacionadas a situações fiscais que temos que rediscutir, para motivar e incentivar essas empresas a continuarem com as portas abertas, como IPTU, alvará de funcionamento, reduzir a burocracia, trazer a informatização, discutindo com as instituições que já tem essa experiência, e levando ao fim benefícios para toda população”, enfatizou o prefeito.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Sputnik V protegeu todos os vacinados de casos graves de Covid-19 em ensaios, diz Rússia

Por Lara Pinheiro , do G1

A vacina Sputnik V, desenvolvida pela Rússia contra a Covid-19, protegeu todos os participantes vacinados de casos graves da doença em testes clínicos, anunciaram nesta segunda-feira (14) cientistas do Instituto Gamaleya, em Moscou. Os dados ainda não foram publicados em revista científica.

Principais pontos do anúncio:

Foram 20 casos graves de Covid-19, mas todos ocorreram entre participantes que receberam uma substância inativa, segundo os desenvolvedores da Sputnik V. Nenhum voluntário vacinado teve um caso grave da doença.
A análise foi feita com 22.714 participantes. Desses, 17.032 receberam as duas doses da vacina, e os outros 5.682 receberam um placebo.
O "ponto de controle" final do estudo foi alcançado, com 78 infectados pela Covid-19. Desses, 62 estavam no grupo que recebeu uma substância inativa (placebo). Os outros 16 tinham recebido a vacina.
A eficácia geral da vacina ficou em 91,4%.
Nenhum efeito adverso foi identificado nos testes.
Na Rússia, mais de 200 mil pessoas já foram vacinadas, dentro e fora de ensaios clínicos (veja detalhes mais abaixo). Os pesquisadores do Gamaleya disseram não precisar de "pacientes adicionais" nos testes da vacina.

Na prática, se uma vacina tem 91,4% de eficácia, isso significa dizer que 91,4% das pessoas vacinadas ficam protegidas contra a doença.

Os cientistas do Gamaleya vão elaborar um relatório com os dados para pedir o registro acelerado da Sputnik V em vários países – como Belarus, Índia e Emirados Árabes. Os três países têm ensaios ou contratos de compra e fabricação da vacina.

Mais de 200 mil vacinados

A Rússia também anunciou que mais de 200 mil pessoas já foram vacinadas no país com a Sputnik V, dentro e fora de ensaios clínicos. Até o dia 4, o número estava em 100 mil.

O governo russo começou a vacinar grupos com alta exposição à Covid-19, como médicos e professores, ao mesmo tempo em que conduzia testes de fase 3 da Sputnik V. A manobra foi criticada por especialistas.

A terceira fase dos estudos é a última antes que uma vacina seja liberada para a população em geral. Essa etapa serve para que os cientistas testem a segurança e, principalmente, a eficácia da vacina em larga escala. Normalmente, há milhares de voluntários participando.

No caso da Sputnik V, os pesquisadores do Gamaleya pretendiam recrutar 40 mil voluntários. Até agora, 26 mil já foram vacinados. Os cientistas disseram não precisar de mais participantes porque, agora que já sabem da eficácia da vacina, se tornava um dilema ético dar aos voluntários uma substância inativa (o placebo).

Sem dados publicados

A Rússia ainda não publicou dados de fase 3 da Sputnik V em uma revista científica. Quando essa publicação é feita, isso significa que os dados foram revisados e validados por outros cientistas. A Rússia foi o primeiro país do mundo a registrar uma vacina contra a Covid-19, em agosto. Em outubro, o país anunciou uma segunda candidata.

Outras farmacêuticas também testam vacinas na terceira fase. Até agora, só as vacinas desenvolvidas por Oxford e Pfizer tiveram dados publicados.

No Brasil, quatro vacinas estão sendo testadas em última etapa: as de Oxford, da Pfizer, da Sinovac e da Johnson. Os governos da Bahia e do Paraná firmaram contratos com a Rússia para produzir a Sputnik V em solo brasileiro, mas a produção ainda não começou.

Como funcionam as 3 fases

Nos testes de uma vacina — normalmente divididos em fase 1, 2 e 3 —, os cientistas tentam identificar efeitos adversos graves e se a imunização é capaz de induzir uma resposta imune (ou seja, uma resposta do sistema de defesa do corpo).


Os testes de fase 1 costumam envolver dezenas de voluntários; os de fase 2, centenas; e os de fase 3, milhares. Essas fases costumam ser conduzidas separadamente, mas, por causa da urgência da pandemia, várias empresas têm realizado mais de uma etapa ao mesmo tempo.


Antes de começar os testes em humanos, as vacinas são testadas em animais – normalmente em camundongos e, depois, em macacos.

Oi vende rede móvel para consórcio formado por Tim, Vivo e Claro por R$ 16,5 bilhões


Por Daniel Silveira, G1 — Rio de Janeiro

O consórcio formado pela Tim, Vivo e Claro arrematou, na tarde desta segunda-feira (14), os ativos da rede móvel da operadora Oi por R$ 16,5 bilhões. O leilão foi realizado pela 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro e faz parte do plano de recuperação judicial da companhia, iniciado em 2018.

Com o resultado do leilão, a Oi deve desaparecer do mercado de telefonia móvel brasileiro. Agora, ela detém apenas os ativos de infraestrutura e fibra, que ainda deverão ser parcialmente vendidos.

Com a Oi deixando de operar, as três gigantes telefônicas vão aumentar ainda mais a sua participação no mercado de telefonia móvel do Brasil, que passa a ser ainda mais concentrado.

Este foi o segundo leilão de ativos da Oi para quitar as suas dívidas. O primeiro foi realizado no dia 26 de novembro e atraiu poucos interessados. Nele, foram vendidas as torres de telefonia e data centers da companhia por cerca de R$ 1,4 bilhão.

A Highline do Brasil, do grupo norte-americano de private equity Digital Colony, comprou a unidade de torres por R$ 1,067 bilhão - foi a única oferta apresentada para este ativo. Já a unidade de data centers foi arrematada pela Titan Venture Capital por R$ 325 milhões de reais, também única apresentada no leilão.

O plano de vender os seus ativos foi anunciado pela Oi no dia 15 de junho deste ano. Na ocasião, a companhia informou que iria dividir a empresa em quatro áreas para poder vendê-las. Na divisão, os ativos foram reunidos em Unidades Produtivas Isoladas (UPIs): Ativos Móveis, Torres, Data Center e InfraCo.

A UPI InfraCo reúne os ativos de infraestrutura e fibras e ainda deverá ser parcialmente vendida em leilão, ao preço mínimo de R$ 6,5 bilhões. No plano anunciado pela Oi em junho, a companhia disse que o futuro comprador ficará com 51% do capital votante.


Mais de R$ 12,2 bilhões de prejuízo em 9 meses

Entre janeiro e setembro deste ano, a Oi acumulou prejuízo de cerca de R$ 12,2 bilhões - foram três trimestres seguidos de queda. A expectativa é que a companhia encerre o 4º trimestre também com prejuízos.

O maior prejuízo foi registrado no 1º trimestre do ano, de R$ 6,25 bilhões. No 2º trimestre, o prejuízo foi de R$ 3,4 bilhões. Já no 3º trimestre, ele foi de R$ 2,6 bilhões.

Conforme o último relatório dos resultados financeiros, a Oi encerrou o 3º trimestre com uma dívida líquida de R$ 21.243 milhões.

Parte da dívida da companhia foi reduzida no dia 27 de novembro, logo após o primeiro leilão de ativos. Ela recebeu um desconto de 50% na dívida de cerca de R$ 14 bilhões devida à União.

O desconto foi aplicado graças à uma modificação aprovada pelo Senado na lei de falências, que permitiu que empresas em recuperação judicial possam quitar suas dívidas com descontos de até 50% e parcelamento em até 84 meses.