sábado, 23 de maio de 2015

Cruzeiro do Sul: Vereador Carlinhos deve trocar o PSD pelo PMDB


O vereador Carlos Alves ( PSD), o Carlinhos, de Cruzeiro do Sul, deve deixar o partido para se filiar ao PMDB, segundo fontes políticas do blog no Juruá. 

Um dos principais fatores da saída de Carlinhos é o medo do fim das coligações proporcionais, haja vista que, o PSD é um partido sem estrutura partidária na cidade, e sem outros nomes competitivos para disputar as eleiçoes municipais de 2016. 

A forte ligação do vereador com o prefeito da cidade, Vagner Sales ( PMDB), é outro fator importante na decisão, assegurou a fonte do blog. 

O Blog Tarauacá Agora ouviu a versão do parlamentar. Segundo Carlos Alves, até o momento não há nada certo, quanto sua saída do partido. Mas, afirmou que o prefeito lhe convidou para se filiar ao PMDB. 


Por Leandro Matthaus Leandro23333@gmail.com 

Cruzeiro do Sul: Dr. Jenilson Leite ( PCdoB) e mais quatro deputados estaduais visitam o Hospital do Juruá


O deputado estadual Dr. Jenilson Leite ( PCdoB), presidente da CCJ e membro da Comissão de saúde da Aleac, esteve neste sábado,23, visitando "in loco" o Hospital do Juruá. Além do Dr. Jenilson, estavam presentes na visita os deputados : Raimundinho da Saúde ( PTN), presidente da comissão de saúde, Nelson Sales (PV), vice-presidente da comissão, Luiz Gonzaga ( PSDB) e Eliane Sinhasique (PMDB). 


A visita da comissão de saúde tem por objetivo conhecer a realidade dos problemas que o Hospital enfrenta para prestar atendimento a população do vale do Juruá, e também, buscar soluções que venham melhorar o atendimento. 


A comissão de saúde também visitará outros hospitais mantido pelo Estado nos municípios acreanos, principalmente nos municípios mais isolados, como é o caso de Jordão, Marechal Thaumaturgo e Santa do Purus. 


Dr. Jenilson Leite , diz ser fundamental os deputados conhecerem a realidade da saúde do Acre, para propôr e cobrar soluções do chefe do executivo. 


Por Leandro Matthaus Leandro23333@gmail.com

o soneto A pretexto de combater o “Efeito Tiririca”, a proposta do Distritão pode enfraquecer ainda mais os partidos políticos brasileiros

 o deputado Tiririca. Ele elegeu uma bancada inteira com sua supervotação em São Paulo (Foto: Sérgio Lima/Folhapress)

Depois de décadas de letargia, a Câmara dos Deputados começa a dar novos passos no sentido de reformar o sistema eleitoral brasileiro. Uma pena, no entanto, que o início dessa caminhada vá justamente no sentido contrário do fortalecimento das instituições partidárias, vitais para o bom funcionamento das democracias. Há duas semanas, a Comissão Especial de Reforma Política apresentou seu parecer sobre as mudanças no sistema político-partidário. Ela sugeriu o fim da reeleição para cargos do Executivo, mandatos de cinco anos para todos e a adoção do Distritão para a eleição da Câmara dos Deputados.

O atual sistema leva em consideração a votação obtida por todos os candidatos do partido ou da coligação, além da opção pela legenda. É o Sistema Proporcional de Lista Aberta, no qual o total de cadeiras conquistadas pelos partidos ou coligações se aproxima da proporção de votos obtidos. A ordem dos candidatos na lista depende do número de votos que cada um recebeu. Por ser proporcional, esse sistema, com todos os problemas que possa ter, fortalece os partidos políticos. No Distritão, cada Estado é transformado em uma espécie de “distrito”, e são eleitos os deputados mais votados – e, aí está o perigo, independentemente da filiação partidária, que passa a ser algo secundário. Os defensores desse modelo alegam que seu grande mérito seria simplificar o sistema eleitoral brasileiro e acabar com os “puxadores de voto”.

A figura do “puxador de votos”, de fato, é um dos atalhos do atual sistema para a consolidação de determinados grupos partidários sem projetos definidos e propostas claras. Foi dessa forma que o PR ampliou sua bancada nas eleições de 2010, na esteira do fenômeno Tiririca, o palhaço recordista de votos naquela ocasião. Segundo a regra atual, se o quociente eleitoral é de 300 mil votos, o partido que obtém 900 mil votos elege três deputados federais. Da mesma forma, se um candidato da legenda faz 1,5 milhão de votos, o partido pode emplacar na Câmara até cinco deputados, mesmo se os demais não tiverem obtido muitos votos. Tiririca teve 1,3 milhão de votos em 2010 – levou com ele para a Câmara outros três deputados e ajudou a dobrar a bancada do PR na Câmara. O episódio entrou para a enciclopédia política brasileira com o nome de “Efeito Tiririca”.

Atrás da aparente simplicidade do Distritão – apoiado pelo vice-presidente,Michel Temer, e pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha – há graves distorções e perigosas armadilhas. A maior delas é o enfraquecimento dos partidos. De antemão, o Distritão vai retirar um direito do eleitor, que é a possibilidade de votar apenas na legenda de sua preferência. Outro problema é que ele favorece, sim, os candidatos personalistas, pouco comprometidos com programas e ideias. Sob o pretexto de combater o “Efeito Tiririca”, o Distritão pode ensejar o surgimento de milhares de Tiriricas pelo país afora.

O sistema brasileiro não é melhor nem pior que os das outras democracias espalhadas pelo planeta. Todos têm vantagens e distorções, e melhoram com aperfeiçoamentos pontuais. Em nosso caso, a fragmentação partidária é um dos problemas. Ela pode ser atacada com uma mudança simples: o estabelecimento de uma cláusula de barreira. Para acabar com o “Efeito Tiririca”, o melhor remédio é proibir as coligações em eleições proporcionais. Essas duas mudanças tópicas fariam uma revolução – para o bem – no sistema eleitoral brasileiro. Os próprios integrantes da Comissão sabem que uma proposta radical como o Distritão tem poucas chances de passar. A política ensina que propor reformas grandes demais pode significar não fazer reforma nenhuma. Soluções bombásticas como o Distritão podem ser um bom jeito de jogar para a torcida, embalando um pacotaço com as palavras mágicas “reforma política”. Mas não vai resolver as distorções do nosso sistema eleitoral, que poderiam ser combatidas de forma bem mais simples e efetiva.

TARAUACÁ: Polícia Civil prende três por receptação e roubo


A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira, 22, José Denis de Souza França, acusado de furtar residências e promover arrombamentos na região central de Tarauacá. A equipe do delegado Obetânio Santos, responsável pelo flagrante, também prendeu Adonadilson de Souza Araújo, investigado por roubo e Francisco das Chagas do Nascimento, por receptação.

Nos últimos 18 dias, Obetânio e sua equipe prenderam 32 pessoas e apreenderam quatro adolescentes. Entre os presos constam traficantes de drogas, assaltantes, homicidas e estupradores. José Denis de Souza França, era contumaz em arrombamento. Há poucos dias ele entrou na casa de um agente público furtou dinheiro, joias e até whisky”, destacou.

O delegado ressaltou o trabalho comprometido de seus agentes e falou das metas estabelecidas pela Secretaria de Polícia Civil, que segundo ele, é a de dar cumprimento a 80 mandados judiciais em Tarauacá. “Estamos trabalhando firme seguindo orientações do governo, por meio da Segurança Pública”, salientou Obetânio.

Pedro Paulo
Assessoria PC

JORDÃO: Governo garante água tratada em toda área urbana de Jordão


O Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) em parceria com a prefeitura de Jordão vão triplicar a produção de água, garantido abastecimento diário em todas as residências da área urbana do município. 


Segundo o Depasa, a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Jordão produz apenas 10 litros por segundo (l/s), essa quantidade não é suficiente para abastecer com eficiência a cidade, pois com o programa integrado de saneamento que o governo do Estado vem fazendo ampliou muito a rede de abastecimento.


“Eu diria que a nossa produção atual não resolve a demanda dos moradores. A gente está produzindo menos da metade da água necessária para abastecer a cidade diariamente”, disse Edvaldo Magalhães, diretor-presidente do Depasa. 


Para suprir a demanda que cresceu muito nos últimos anos, o Depasa e a prefeitura estão instalando uma nova ETA. Com isso a produção de água vai saltar para 40 l/s, o suficiente para manter o abastecimento diário, dando uma folga na produção por cerca de 20 anos.


“Com esta medida nós vamos ainda este ano atender 100% dos moradores da área urbana do Jordão, com abastecimento de água todos os dias” garantiu.


Desafios para levar água tratada nas cabeceiras dos rios amazônicos 


Jordão é um dos municípios mais isolados do Acre está localizado nas cabeceiras do Rio Tarauacá, e o acesso é apenas via fluvial ou aérea. A dificuldade para levar serviços públicos à cidade é muito grande, principalmente serviços de infraestrutura.


Para a ETA chegar ao município foi montado um verdadeiro mutirão. Ela saiu de Rio Branco em uma carreta até Tarauacá, e de lá segue em uma balsa pelo Rio Tarauacá. “Para colocarmos na balsa foi necessário duas maquinas PCs e 10 homens auxiliando no embarque”, comenta Alex Mendes, gerente do Depasa em Tarauacá.


Alex ainda comenta, que os demais insumos como, cimento, seixo, pedras e ferro foram enviados ao município em quatro barcos, e que a viagem até lá será em torno de 12 dias. 


“Transportar para o Jordão em inicio de verão é uma verdadeira epopeia. Levar serviços de saneamento nas cabeceiras dos rios demanda decisão de governo e vontade de trabalhar pelos que vivem nas cabeceiras dos nossos rios, no meio da floresta”, ressaltou Magalhães.


Por Jaqueline Teles
Assessoria Depasa

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Richa e empresa de táxi aéreo são condenados a devolver R$ 2 milhões

Decisão judicial diz que governo contratou avião e helicóptero sem licitação. Juiz diz ainda que o governo possuía três aviões em condições de uso.

Por Murilo Basso
Do G1 PR



Beto Richa foi condenado a devolver dinheiro porcontratação irregular (Foto: Reprodução/RPC)

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), o Secretário Chefe da Casa Militar, Adilson Casitas, e o sócio da empresa Helisul Eloy Biezus foram condenados a indenizar o Governo do Estado em R$ 2.082.150. Eles foram considerados culpados em primeira instância pela contratação de um avião a jato e de um helicóptero sem licitação, entre março e junho de 2011. Cabe recurso da decisão.

A sentença do juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, foi dada como resposta a uma ação popular movida por Roberto Rocha. Na ação, o autor alega que o Estado do Paraná conta com “frota própria de excelentes aeronaves” e que um dos sócios da empresa Helisul “é amigo pessoal do Governador do Estado e já teria prestado serviços para o PSDB quando da corrida eleitoral”.

A acusação menciona ainda que os “pilotos que conduzem o avião e o helicóptero para atendimento às tarefas do Governador, além de ocuparem cargos no Estado, exercem atividades paralelas na empresa Helisul”.
Na sentença o juiz afirma que o governo possuía três aviões em condições de uso quando contratou o serviço sem licitação. Pouco tempo depois, uma das aeronaves foi, inclusive, leiloada e vendida para um dos proprietários Helisul. Posteriormente, a Helisul venceu uma licitação e continuou prestando serviços para o governo do Paraná.

A assessoria do governo do Estado informou que o contrato foi assinado respaldado em parecer jurídico, garantindo a legalidade da contratação. “Foi amparado ainda na avaliação técnica de membros da Casa Militar, que atestaram a necessidade da contratação. Cabe ressaltar também que não houve prejuízo algum aos cofres públicos. E, por último, o governador Beto Richa irá recorrer da decisão”, afirma em nota
.

Deputado Jenilson participa de manifestação de trabalhadores rurais em Rio Branco

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) participou nesta quinta-feira,21, em Rio Branco, da manifestação dos trabalhadores rurais do Acre com vários eixos temáticos que abrangem a água, Assistência Técnica, Saúde , Educação, Segurança e Escoamento da Produção. O encontro que reuniu milhares de trabalhadores aconteceu no auditório da Fetacre, onde diversas discussões foram colocadas em pauta. Para o parlamentar, o movimento demonstra o reconhecimento e comprometimento que os governos da frente popular têm com o homem do campo e ao mesmo tempo uma cobrança dura de que é preciso avançar com o apoio às famílias campesinas. “Queremos mais apoio ao homem do campo. Mais oportunidade para se qualificar e produzir mais. Defendemos mais oportunidades na área de educação e saúde. É preciso que o homem do campo na hora que procure um atendimento na área de saúde seja visto de forma diferenciada”, explica o deputado.
ac24horas.com

quinta-feira, 21 de maio de 2015

JORDÃO E TARAUACÁ: Deputado Jenilson Leite luta por melhorias na rede elétrica de Jordão e Tarauacá


Na tarde desta quarta-feira, 20, o deputado Jenilson Leite (PCdoB) e o vereador Manoel Monteiro, de Tarauacá, estiveram na sede da Eletrobras em Rio Branco e se reuniram com o presidente da instituição, Joaquim Rolim, e vários representantes da empresa.

A reunião foi solicitada para tratar das constantes quedas de energia e a extensão da rede para os novos bairros de Jordão e, principalmente, de Tarauacá, que passa por um processo de reconstrução devido às enchentes que atingiram o município.

Por causa das queixas da população daquela região, originadas pelas constantes quedas de energia que ocasionaram a perda de eletrodomésticos, o deputado pediu melhorias e uma resposta da empresa para os municípios.

“Precisamos dar uma resposta concreta ao povo, principalmente para as pessoas que vêm tendo prejuízos constantemente devido à queima de seus equipamentos”, disse o deputado Jenilson Leite.

Joaquim Rolim afirmou que melhorias já estão sendo efetuadas nos municípios para assegurar a boa qualidade do serviço aos consumidores.

“Para Jordão, em até noventa dias conseguimos concluir o projeto de extensão da rede, que com certeza vai melhorar a qualidade do serviço prestado. Para Tarauacá semana que vem, estará indo uma equipe para fazer levantamento em alguns bairros, principalmente onde moram consumidores que não têm uma ligação de energia adequada. Temos um projeto específico para os próximos trinta dias, em seguida vamos priorizar essas obras”, disse o presidente.

A prefeitura de Tarauacá está migrando as famílias que moram em lugares de risco para lugares altos da cidade, com isso é necessária a distribuição e extensão da rede de energia.

O deputado Jenilson Leite acredita que levando serviço de qualidade para todos se consegue de fato reconstruir e evitar danos maiores à população.
“Garanto estar junto à população, cobrar e ajudar a levar um serviço de qualidade e melhorias para Tarauacá e Jordão”, ressaltou o deputado.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

TARAUACÁ: DUAS ARMAS DE FOGO SÃO APREENDIDAS PELA POLÍCIA E 3 JOVENS VÃO PARA A CADEIA.

Pintinho foi preso por ser considerado foragido da justíça

Os trabalhos conjunto entre as policias militar e civil de Tarauacá tem apresentado bons resultados em defesa da população. Investigar, prender e encaminhar para a justiça as pessoas que insistem em querer viver em desobediências às leis do país, causando os mais diversos transtornos à população do município, tem sido uma constante no município. Uma das preocupações das forças de segurança é a grande incidência do uso de armas de fogo que os criminosos estão utilizando para cometerem seus crimes. A maioria ligados ao tráfico de drogas. Por essa razão as polícias trabalham incansavelmente para desarmar esses bandidos.


Duas armas de fogo apreendidas num só dia

Duas armas de fogo foram apreendidas no início dessa semana em Tarauacá, numa área consideradas pela polícia como Zona Vermelha, no Bairro da Praia, por ser de difícil acesso e concentrar a maioria dos traficantes, ladrões e arrombadores do município. 


jovens armados com revolveres preocupam policias e população

Com o menor E. N. B. de 17 anos, que reside na Rua Rio Tarauacá, a polícia encontrou nada menos que um revólver Calibre 38, municiado que o mesmo já havia furtado de um cidadão, que também não term registro da arma e nem o porte legal. Outra ação das polícias através de uma denúncia anônima, resultou na prisão de Elisson Carvalho Rodrigues, 19 anos, morador da Rua Rio Tarauacá. Na batida policial na residência suspeita, de cara a polícia encontrou debaixo do travesseiro de Elisson, um revolver calibre 32, municiado. Foram apreendidos também uma caixa de som amplificada, aparelho de TV, 2 facas, bijuterias e R$ 570,00 (quinhentos e setenta reais). 


mandado de prisão

Cumprindo mandado de prisão expedido pela juíza Kamyla Acioli Lins e Silva da Vara Criminal da Comarca de Tarauacá, policiais militares prenderam Leidivânio Nascimento de Souza, o "PINTINHO", sentenciado da justiça que cumporia pena no Presídio Moacir Prado em Regime Semi Aberto por uma período de 4 anos e 9 meses. Como não retornou mais para dormir no presídio, "Pintinho' foi considerado estava foragido da justiça. Agora deve voltar para o regime fechado.


Acciolytk

Taxas cobradas em alguns Cartórios no Acre são abusivas e não vamos aceitar, diz deputado Dr. Jenilson

Na tarde desta terça feira, 19, deputados estaduais, membros das Comissões de Constituição e Justiça, Defesa dos Direito do Consumidor e Legislação Participativa da Assembleia Legislativa do Acre, se reuniram com representantes dos Cartórios do Estado, para dar continuidade ao debate sobre a redução dos elevados e abusivos valores das taxas cobradas pelos tabeliães do Acre, que desde 2010 estão sob responsabilidade da iniciativa privada.


A reunião contou com a participação do presidente do Sindicato dos Notários e Registradores do Acre (Cartórios do Acre), Antônio Sérgio Faria Araújo; representante da Federação de Agricultura do Acre, José Thomaz; representante do Tabelionato de Protesto de Cruzeiro do Sul, Marlene R. Dercali; representante do 2º Ofício de Rio Branco, Felipe Belchior, representante do Cartório de Feijó, Silvano Decarli e o representante do Cartório do Bujari, Enio Cunha.


Foi realizada, no dia 24 de abril, uma reunião com empresários, os mesmos reclamaram da inacessibilidade aos oficiais registradores, da insegurança acerca dos valores que serão gastos nos respectivos atos de registros, da cobrança excessiva de emolumentos (taxas) e tabela praticada entre as mais altas do país, desconsiderando os princípios constitucionais.


Sobre a possível cobrança “excessiva” de emolumentos nos cartórios do Estado do Acre, o presidente da ANOREG/AC, Antônio Sérgio, afirmou que os valores das taxas cobradas pelos cartórios do Acre são todas tabeladas e seguem a risca a lei estadual. Ele ressaltou ainda que a tabela anteriormente publicada sofreu correção de mais de 28% e, por força da nova decisão administrativa, editada pela corregedora geral da Justiça, desembargadora Regina Ferrari.


“As taxas cobradas pelos cartórios do Estado são todas baseadas na lei de emolumentos que inclusive sofreu recentemente uma correção de mais de 28%, favorecendo dessa forma os cidadãos que procuram os serviços cartoriais. O problema é que a lei de emolumentos do nosso Estado está defasada o que dificulta ainda mais o nosso trabalho”, explicou
.
O deputado Dr. Jenilson (PCdoB) ressaltou a importância da redução dos valores impostos pelos cartórios, pois quem sofre é a população e junto aos demais deputados, irão se reunir com o Presidente do Tribunal de Justiça do Acre para tentar solucionar o caso.


"Taxas cobradas em alguns cartórios no Acre são abusivas e não vamos aceitar, o povo precisa de resposta, faremos o possível para que seja atualizada uma nova tabela com valores acessíveis", explicou o deputado.


Da Assessoria

Jorge Viana cobra solução para refugiados haitianos no Brasil

O senador Jorge Viana voltou a cobrar da tribuna do Senado, nesta terça-feira (19), que o Brasil adote uma solução rápida para a questão dos refugiados haitianos no Brasil. O senador afirmou que, desde 2010, quase 40 mil imigrantes, a maioria deles haitianos, entraram no país pelo estado do Acre e ressaltou que o tema deve ser tratado como um problema brasileiro e não como responsabilidade do governo do estado.


O senador explicou que as autoridades do Acre jamais incentivaram a ida dos refugiados para outros estados. Jorge Viana considerou fundamental que os profissionais da mídia busquem informação sobre a dimensão do problema. Somente de janeiro a março deste ano, mais de 4 mil haitianos e senegaleses passaram pela fronteira.


“A informação que tenho é de que anteontem chegaram mais 200. Assim, sem avisar. Então, o Acre tem que tratar de quase 40 mil refugiados sem nenhum pessoal treinado, sem dinheiro, sem condições? O problema dos haitianos no Acre passou de todos os limites. O lado humanitário o governador Tião Viana fez. Mas o Acre não tem condição e nem tem prerrogativa constitucional de fazer isso. O governo federal tem que assumir definitivamente isso, as Nações Unidas também”, argumentou.


Segundo Jorge Viana, o governo do estado já gastou mais de R$ 20 milhões para fazer acolhida desses imigrantes, garantindo alimentação e abrigo. Mas que agora é hora de unir esforços para encontrar a melhor solução para resolver esse problema que se arrasta desde 2010.


“Chamo a atenção da imprensa: investiguem, façam reportagens para nos ajudar a dar para as autoridades a exata dimensão do problema. Quem cuida da fronteira do Brasil no Acre e em qualquer estado é a Polícia Federal. Nunca, nenhuma autoridade do Acre foi estimular a vinda de haitianos, muito menos o governador Tião Viana, que tem sido apenas uma vítima da desinformação da imprensa e deste grave problema”, defendeu o parlamentar.


Requerimento de audiência


Jorge Viana apresentou durante seu discurso, requerimento pedindo uma audiência pública no Senado sobre o tema com a presença de representantes do Ministério da Justiça e da Presidência, além do secretário de Justiça e Direitos Humanos do Acre, Nilson Mourão.


“No Acre, pode entrar por semana 600, 700 haitianos – e a gente dá de comer. Em São Paulo não pode? Eu não quero que vá para São Paulo; eu quero que o Brasil estabeleça que relação vai ter com esse povo, que é explorado no seu país, é explorado na viagem e, agora, está vivendo esse drama aqui no nosso País”, concluiu o senador.


Da Assessoria

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Ex-ministro do STJ, Joaquim Barbosa, pretende disputar eleição presidencial em 2018


Barbosa: possibilidade

O tempo passa, o tempo voa e o prestígio deJoaquim Barbosa continua inalterado.

Barbosa terminou agora há pouco uma palestra na da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), em São Paulo, onde falou sobre a ética nos negócios.

Foi uma chuva de palmas quando seu nome foi anunciado. E tome de aplausos ao final da última pergunta da plateia a que respondeu.

O tema é recorrente: a possibilidade de virar candidato em 2018. Mas Barbosa, desta vez, ao menos admitiu a possibilidade, algo que não é do seu estilo.

- O senhor vai nos dar o privilégio de ser o presidente da República em 2018?

Respondeu Barbosa:

- Tornar-se um presidente seria a honra suprema, mas acho que antes preciso ter essa vontade. Até agora não tive. Isso não quer dizer que daqui a alguns anos eu não possa vir a ter.

Por Lauro Jardim

Veja.abril.com.br

terça-feira, 19 de maio de 2015

Cruzeiro do Sul: Ex-vereador Luiz dos Correios é o novo presidente municipal do PSD


O ex-vereador Raimundo Luiz, o Luiz dos Correios, é o novo presidente municipal do PSD de Cruzeiro do Sul. Na semana passada, em visita à cidade de Cruzeiro do Sul, o senador Sérgio Petecão- presidente estadual da sigla no Acre-, nomeou Luiz para o cargo de presidente da executiva municipal.

Luiz foi vereador de 2009/2012. Não tendo conseguido se reeleger para o cargo.

Em Cruzeiro do Sul, o PSD tem um vereador, o Carlinho.

Por Leandro Matthaus
Leandro23333@gmail.com