terça-feira, 31 de março de 2015

Tarauacá: Visando 2016, o empresário Alexandre Aquino começa montar suas bases.


O empresário Alexandre Aquino, o Xandy Gol, visando as eleições de 2016, na qual, é pré-candidato a vereador , dia a dia, vem montando sua base. Articulador político de outros candidatos que ajudou a eleger, Xandy sabe da real necessidade de possuir uma base eleitoral, ou seja, um reduto. Senão morre na praia, ops nas urnas. 

O empresário tendo sido prudente com relação a sua filiação partidária. Hoje o destino mais provável seria o PTN, contudo, com aprovação da Lei que acaba as coligações proporcionais pela Câmara Federal, fez Alexandre repensar antes de assinar a ficha de filiação. 

Porque não adianta ter voto, e ficar sem mandato por falta do quociente partidário. 

Copa do mundo quem não treina perde, assim é a eleição, quem não se articula antecipadamente corre sério risco de ficar fora do parlamento. 

Por Leandro Matthaus
Leandro23333@gmail.com

Deputado Dr. Jenilson Leite solicita Centro de Capacitação em Urgência e Emergência para qualificação de profissionais da saúde


Foto: Jardy Lopes



Foi apresentada nesta terça, 31, pelo Deputado Dr. Jenilson Leite (PCdoB) indicação para implantação de um Centro de Capacitação em Urgência e Emergência, visando à formação continuada dos profissionais da área da saúde, especialmente aqueles que atuam ou desejam atuar em unidades de pronto-socorro e/ou unidades terciárias e quaternárias de atendimentos.


Segundo o deputado, o objetivo é desenvolver as competências necessárias aos profissionais da saúde, agregando conhecimentos e habilidades, para agir em situações de emergência para a realização de atendimento de qualidade as vítimas, em situações de urgência e emergência.


"É necessária uma qualificação continuada desses profissionais, para que estejam cada vez mais aptos a prestar assistência adequada à população, além de reduzir o tempo de internação, evitando assim as sequelas, e, por conseguinte tratando-as. Dessa forma, se colabora com a melhoria e resolutividade do sistema de saúde", explicou o deputado Jenilson. 


Assessoria de Comunicação

Professora Socorro Nery recebe convite para se filiar ao PSDB. " Partido visa inovação para 2016".



A professora da Universidade Federal do Acre (UFAC), Socorro Neri, confirmou na tarde desta segunda-feira (30), que recebeu um convite para se filiar ao PSDB. A ex-pró-reitora de Graduação da Universidade Federal do Acre (Ufac) disse que ainda analisa o convite formulado pelo presidente do ninho tucano, Márcio Bittar e pelo deputado federal Major Rocha, que assume o partido no mês de abril. A última vez que Socorro Neri participou de disputas políticas foi em 1992, quando foi candidata a vereadora de Rio Branco. “Depois decidi que não me envolveria mais em política partidária. Passei muito tempo de PMDB, só me desfilei no final da gestão do prefeito Isnard Lei, em 2004, daí resolvi me dedicar à Ufac e me desvincular de política partidária. Em maio de 2012 assumi a vice-reitoria da Ufac e de novembro de 2012 a março de 2015 fui pró-reitora”, enfatiza. Segundo Socorro Neri, um motivo que pesou para ela analisar o convite do PSDB, foi possibilidade de pensar e ajudar a construir um projeto para Rio Branco. “Não sou candidata a nada. Quero discutir soluções para a cidade onde moro. A construção de uma candidatura é um processo democrático, discutido com todos os partidos que integram o bloco de oposição no Acre”, avalia. Ela acredita que os partidos de oposição precisam pensar em renovação de seus quadros, mas devem priorizar a construção de projetos administrativos, elaborados com ajuda de equipes técnicas que promovam estudos das reais necessidades da população. “Ajudar nesta construção é o que me faz analisar o convite do PSDB, juntamente com meus familiares e amigos”, diz Socorro Neri. Questionada se ela aceitaria uma candidatura à prefeita da capital, Socorro Neri foi enfática: “Medo de desafios nunca tive, eu levo o trabalho muito a sério, mas vinculo tudo a estudos e planejamento. No momento, não sou candidata, estou avaliando um convite para me filiar e ajudar a construir um projeto com especialistas de diversas áreas. Quem decide candidatura é o conjunto da oposição”.

TARAUACÁ: PRAIA CAMPEÃO DA COPA SUB 20 EM FEIJÓ


Por Accioly Gomes, Blog do Accioly TK

Neste último domingo, 29 de março, em Feijó, a equipe do PRAIA se tornou campeão invicto da Copa Sub 20 de Futsal, derrotando o time Barcelona (FJ) pelo placar de 4x3.


Torcedores de Tarauacá compareceram em grande número e incentivaram a garotada da equipe até o apito final. "Sabe o que é ter a ousadia de colocar uma equipe pra jogar um campeonato em outro município sem ter nenhum real? Foi assim que a equipe do praia fez. Foi assim que apareceram os nossos amigos patrocinadores: Dedé Espanhol da Acre Bike, Prefeito Rodrigo Damasceno, Professor Sérgio do IFAC, Secretario Antonio Araújo (Príncipe), kbym da Loja D&K, Professor Dedé. Mostramos que pra conseguir um sonho importa mesmo é ter amigos que gostam do esporte", disse Auricélio Presidente do Praia.



segunda-feira, 30 de março de 2015

PREFEITURA ANUNCIA PAGAMENTO DOS SERVIDORES NESTA SEGUNDA-FEIRA

(Prefeito em Exercício Chagas Batista anuncia pagamento dos servidores permanentes nesta segunda-feira)

A Prefeitura de Tarauacá anunciou na manhã desta segunda-feira, 30, o pagamento da folha dos servidores municipais permanentes e comissionados. A medida foi anunciada pelo prefeito em exercício Chagas Batista. “Nosso compromisso de manter em dias o pagamento dos servidores municipais é uma prioridade para nossa gestão. Estamos no início da semana santa e às vésperas de um outro grande evento realizado pela prefeitura e o governo do estado e órgãos parceiros, que é alll Feira do Peixe e Agricultura Familiar, que começa a partir de amanhã dia 31 e se estenderá até o dia 02 de abril e visa abastecer o mercado não somente dos mais variados tipos de peixes produzidos no município e, ainda, dos produtos mais consumidos nesse período, como também, fomentar a economia e poder proporcionar à população melhor qualidade de vida” enfatizou.


Segundo o Secretário Municipal de Finanças Árife Eleamen a folha de pagamento injetará o valor de R$ 1.863,908,00 (Um Milhão Oitocentos e sessenta e três mil novecentos e oito reais) na economia do município, conforme o demonstrativo:


SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO VALOR R$: 240.890,34
SECRETARIA DE SAÚDE VALOR R$: 336.507,48
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO VALOR R$: 1.286,510,18
VALOR TOTAL DA FOLHA: R$ 1.863,908,00


De acordo com informações da agência da Caixa Econômica Federal no município, o salário dos servidores permanentes e comissionados municipais estará disponível a partir das 13:00hs desta segunda-feira.

Gilberto Coelho/Foto: Abimael Lopes
Assecom – Tarauacá

Tarauacá: Raimundo Damasceno, a outra face do empresário.


Desde que o seu sobrinho Rodrigo Damasceno assumiu o mandato de prefeito de Tarauacá, em 01/01/2013 , o empresário Raimundo Damasceno tem sido muito criticado nas redes sociais pelos fakes- Pessoas com perfil anônimo no facebook. O empresário é acusado de abocanhar a maioria das licitações para aluguel de maquinas e obras na cidade. Mas licitações é algo aberto a todos, desde que, o participante atenda as normas e tenha como cumprir com as exigências delegadas. Ele vence dentro da lei. Possui maquinário. A legislação não proibi que parentes participem de licitações, proibi o favorecimento. Não é o caso. Bem antes do Rodrigo ser prefeito, ele já tinha dinheiro, participava de licitações, vendia para o governo do Estado e do Município. 

Mas os críticos só enxergam o que escrevi acima. Não sabem eles que, Raimundo Damasceno, o presidente do Grupo RI emprega diretamente mais 300 tarauacaenses. Gerando uma renda mensal de 275 mil reais, isso, se a média salarial for de apenas um salário mínimo por funcionário.

Um montante de dinheiro desse aquece a economia, gera mais emprego indiretamente. 

Na geração de emprego o grupo RI só fica atrás da Prefeitura de Tarauacá. Ficava, pois com a crise financeira que assola o Brasil, consegui um emprego na PMTK é como jogar na loteria. 

Não podemos formar opinião sem antes conhecer a versão do acusador e do acusado. Senão,nos tornamos caolho da nossa própria falta de conhecimento. 

Tenho consciência das críticas que virão sobre mim. Mas, lhes digo: escrevo o que penso, se vai agradar a alguém é outra história. 

Por Leandro Matthaus 
leandro23333@gmail.com

‘Se bandido rico bom é bandido morto, Câmara perderia muitos deputados’, diz parlamentar do PSOL

BRASÍLIA - Em contraofensiva para impedir a aprovação de uma proposta de emenda constitucional (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, entidades da sociedade civil e conselhos ligados ao governo organizaram um ato na manhã desta segunda-feira na Câmara dos Deputados. No evento houve muitas críticas ao conservadorismo do Congresso e ao comportamento de parlamentares favoráveis à PEC. Presente no evento, o deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) disse que a Câmara perderia muitos deputados caso fosse aplicada a máxima "bandido bom é bandido morto".

— Suspende um pouco essa máxima de que bandido bom é bandido morto para os pobres, e vamos dizer: bandido rico bom é bandido morto. Aí, esta Casa já perderia certamente grande parte de seus membros. Os estados perderiam governadores. Prefeituras perderiam prefeitos. Câmaras ficariam minoritariamente na representação popular — disse o deputado do PSOL.

À tarde, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara se reúne para tratar do assunto. A tendência é de uma maioria favorável à PEC na comissão. Caso aprovada na CCJ, a proposta ainda deverá ser analisada por comissão especial, pelo plenário da Câmara e também pelo Senado. Os representantes das entidades presentes no evento realizado de manhã acreditam que a PEC retira garantias constitucionais de proteção à criança e ao adolescente.

— Não podemos insistir como sociedade organizada na criminalização de crianças e adolescentes. Não é o melhor caminho para tratar das situações de violências com as quais crianças e adolescentes sofrem - afirmou o padre Ari Reis, representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

— Temos um Congresso conservador. E o viés religioso está muito forte. Mapeamos os parlamentares da CCJ. Estamos debatendo com os deputados evangélicos que eles deveriam seguir seu compromisso com a Bíblia, o Evangelho, de que deveriam defender a vida, e não a morte - argumentou o pastor metodista Wellington Pereira, da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas), concluindo: — O sistema carcerário é falido. É um crime mandar os adolescentes para ele.

Representantes de conselhos ligados ao governo, como o Conselho Nacional dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Conanda) e o Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), também participaram.

— Estamos vivendo um momento de tensão e nossa mobilização tem de ser permanente. Nossa posição é de inconstitucionalidade da PEC, porque afronta as garantias da nossa Constituição - afirmou a presidente do Conanda e secretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Angélica Goulart, acrescentando: — Temos que desconstruir o mito de que o adolescente não é responsabilizado. Muitas vezes, os adolescentes em medidas socioeducativas respondem por mais tempo que os adultos.

Na semana passada, a pressão para a votação da PEC causou grande confusão na Câmara. Deputados contrários à redução da maioridade obstruíram o início da votação e manifestantes causaram tumulto ao xingarem deputados na saída. 




André de Souza, d'Oglobo

Mulher usa guarda-chuva dentro de ônibus sem janela no AC; veja vídeo

Imagens foram gravadas em ônibus da linha Fundhacre, em Rio Branco. RBTrans afirma que veículo deve ser imediatamente retirado de circulação.

Por Caio Fulgêncio
Do G1 AC



O internauta Kézio Araújo, de 23 anos, flagrou uma cena inusitada, na tarde desta segunda-feira (30), em Rio Branco. Durante trajeto na linha de ônibus Fundhacre, uma passageira precisou abrir o guarda-chuva dentro do veículo, devido à falta de um dos vidros da janela. (Veja o vídeo acima)

"São dois vidros na janela, mas só tinha um, fechava de um lado e abria do outro. A passageira vinha com um guarda-chuva quando estava chovendo e decidiu abrir. Virou uma cena interessante", descreve o internauta.

Ao G1, o diretor de Transporte da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (RBTrans), Jô Luis Fonseca, explicou que são feitas fiscalizações de rotina e que o veículo em questão deve ser retirado de circulação imediatamente.

"Temos que ver quando esse carro quebrou, se foi hoje ou se faz alguns dias. Nós fazemos fiscalização de rotina. Nessas situações, de imediato é recolhido o ônibus para o conserto. Inclusive, haverá uma reunião com os empresários e já vou pedir para esse carro ser trocado", garantiu.

Internauta flagra mulher usando guarda-chuva dentro de ônibus sem janela, em Rio Branco (Foto: Kézio Araújo/Arquivo pessoal)

PSDB recebeu 42% das doações das empresas envolvidas na Lava Jato


Levantamento sobre doações eleitorais revela que 42% das doações ao PSDB nos últimos anos vieram das empresas investigadas na Lava Jato, segundo aponta Paulo Moreira Leite, diretor do 247 em Brasília; número é próximo ao das doações ao PT e ao PMDB, os dois principais partidos da base aliada; PML cobra do juiz Sergio Moro um tratamento isonômico, pergunta dos tucanos na relação de beneficiários e lembra que "o personagem mais ilustre, o senador Sérgio Guerra, já morreu"; "Ou todos são tratados da mesma forma, conforme regra elementar da Justiça, ou teremos, na Lava Jato de 2015, o mesmo tratamento preferencial dispensado aos tucanos do mensalão PSDB-MG", em que os acusados "sequer foram julgados – até hoje" e "muitos já tiveram a pena prescrita", afirma o jornalista





A descoberta de que o conjunto das empreiteiras investigadas na Lava Jato responde por 40% das doações eleitorais aos principais partidos políticos do país – PT, PMDB, PSDB – entre 2007 e 2013 é uma dessas novidades imensas à espera de providências a altura.

Permite uma nova visão sobre as denúncias envolvendo a Petrobrás, confirma uma distorção absurda nas investigações e exige uma reorientação no trabalho da Justiça e do Ministério Público.

É o caso de perguntar: e agora, Sérgio Moro? O que vamos fazer, Teori Zavaski?

Explico.

Conforme o Estado de S. Paulo, entre 2007 e 2013 as 21 maiores empresas da Lava Jato repassaram R$ 571 milhões a petistas, tucanos, pemedebistas. Desse total, 77% saíram dos cofres das cinco maiores, que estão no centro das investigações: Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, Camargo Corrêa, Grupo Odebrecht e OAS.

Segundo o levantamento, o Partido dos Trabalhadores ficou com a maior parte, o que não é surpresa. As doações ocorreram depois da reeleição de Lula. Cobrem aquele período do calendário político no qual Dilma Rousseff conquistou o primeiro mandato e Fernando Haddad venceu as eleições municipais de São Paulo. Mas o PSDB não ficou muito atrás. Embolsou 42% do total. Repetindo para não haver dúvidas: conforme análise do Estado Dados, de cada 100 reais enviados aos partidos, 42 chegaram aos cofres tucanos.

Gozado, não?

Agora dê uma olhada na relação de beneficiários denunciados na Lava Jato e pergunte pelos tucanos. O personagem mais ilustre, senador Sérgio Guerra, já morreu. É acusado de ter embolsado dinheiro para inviabilizar uma CPI. Infelizmente, não está aqui para defender-se – o que permite imaginar até onde pode chegar a largura de suas costas.

O outro implicado é o senador Antônio Anastasia, aliado número 1 de Aécio Neves, forte candidato a um carimbo de "falta de provas" amigo nas próximas etapas do percurso.

Como chegaremos aos 42%? Alguém vai investigar, vai explicar? Ninguém sabe. Nem uma pista.

Onde estão as delações premiadas, as prisões preventivas?

Apoiado na delação premiada de Paulo Roberto Costa, que chegou à diretoria da Petrobras com proteção do lendário Severino Cavalcanti, do PP pernambucano, a investigação concentrou-se no condomínio Dilma-Lula e legendas aliadas. Esbarrou no PSDB, de vez em quando, quase sem querer, por acaso. E só.

A descoberta da fatia de 42% do PSDB na Lava Jato pode ser mais útil do que se imagina.

Deixando de lado, por um momento, a demagogia moralista que tenta convencer o país que todo político é ladrão cabe reconhecer um aspecto real e relevante.

Estamos falando de um sistema no qual todos os partidos se envolvem na busca de recursos financeiros para tocar as campanhas. Todos. São as mesmas empresas, com os mesmos clientes, com os mesmos doadores que se ligam às mesmas fontes.

Isso quer dizer o seguinte: ou todos são tratados da mesma forma, conforme regra elementar da Justiça, ou teremos, na Lava Jato de 2015, o mesmo tratamento preferencial dispensado aos tucanos do mensalão PSDB-MG. Não dá para dizer que um recebe "propina" e o outro " verba de campanha," certo?

Acho errado por princípio criminalizar as campanhas financeiras dos partidos políticos. Por mais graves que sejam suas distorções – e nós sabemos que podem ser imensas – elas envolvem recursos indispensáveis ao funcionamento do regime democrático. Mesmo a Nova República, que substituiu o regime militar, nasceu com auxílio de um caixa clandestino formado pelos maiores empresários e banqueiros do país, na época. Não conheço ninguém que, mesmo informado dessa situação, sentisse nostalgia da suposta — sim, suposta e apenas suposta — moralidade do regime dos generais.

Se queremos uma democracia emancipada do poder econômico, precisamos de novas regras – como financiamento público, como proibição de contribuições de empresas – para isso. E temos de ter regras transitórias para caminhar nessa direção, que não joguem fora a criança junto com a água do banho, certo?

Mas não é isso o que tem ocorrido. Pelo contrário. A tradição é criminalizar os indesejáveis, submetidos a penas rigorosas, e poupar amigos e aliados, através de uma prática conhecida.

Comparece-se a AP 470 com o mensalão PSDB-MG. Julgados pelo mesmo crime que conduziu importantes dirigentes do Partido dos Trabalhadores a prisão, os acusados da versão tucana sequer foram julgados – até hoje. Muitos já tiveram a pena prescrita. Não faltam acusados que dormem o sono dos justos com a certeza de que jamais correrão o risco de qualquer condenação. Os acusados tucanos que forem condenados – se é que isso vai acontecer um dia — terão direito a um julgamento com segundo grau de jurisdição, que foi negado aos principais réus do PT. A última notícia do caso é que a juíza que presidiu o julgamento em primeira instancia aposentou-se antes de terminar o serviço e ninguém foi nomeado para seu lugar. Se esse filme parece velho, lembre das denúncias que envolvem as obras do metrô paulista.

Muito instrutivo, não?

domingo, 29 de março de 2015

Tarauacá: Vereador Manoel Monteiro, uma raridade na política


José Manoel Dourado de Oliveira, o popular Manoel Monteiro, é um homem raro na política tarauacaense. O cargo de vereador não mudou seu jeito de ser. Estar sempre bem com a vida, aonde chega contagia o lugar com sua alegria. Amante e parceiro do esporte, embora, não tenha um bom gosto quando se trata de torcer por algum time, pois é flamenguista. 

Manoel Monteiro exerce seu segundo mandato de vereador. No biênio 2013/2014 presidiu o parlamento. Deixou como legado uma mini reforma e o modo como conduziu os trabalhos do legislativo. Agora é o primeiro secretário da casa. 

Manoel quando jovem foi seringueiro, diz ele que dos bons. Na cidade ingressou no movimento comunitário de bairro. Chegando a ser presidente do maior bairro da cidade: Senador Pompeu "Praia", onde mora até hoje. Nem mesmo as alagações que no inverno atormenta os moradores, inclusive o vereador, é capaz de fazer ele mudar de endereço. É um verdadeiro praiano. 

O mandato de vereador só lhe fez mudar uma coisa: a condição de poder auxiliar mais pessoas. Na sua residência, o que difere a cozinha da sala é as panelas. Ou seja, lá todos têm acesso e acolhimento. 

Discursando é uma graça, "engole" o S das palavras no plural, mas isso, não tira o brio de sua personalidade e nem do seu discurso. Pois fala o linguajar do povão interiorano. O Cabloco amazônico- que não teve oportunidade de estudar- contudo, seus discursos é contundente.

Em seis anos de mandatos, Manoel continua indo ao trabalho em sua bicicleta. Cumprimenta a todos e a todas por onde passa. 

Manoel é pai de quatro ffilhos, sendo dois homens e duas mulheres. 

Manoel é vereador pelo PCdoB. Se alguém quer conhecer um verdadeiro socialista/comunista conviva com o Manoel Monteiro.

Por Leandro Matthaus
Leandro23333@gmail.com

DEFESA CIVIL NACIONAL VISITA "IN LOCO" ÁREAS AFETADAS PELAS AS CONSTANTES CHEIAS E REGISTRA PREJUÍZOS EM TARAUACÁ


Na manhã desta sexta-feira, 27, o prefeito em exercício, Chagas Batista recebeu a visita da Defesa Civil Nacional e Estadual, representada pelo o analista técnico da Defesa Civil Nacional, Reinaldo Soares Estelles, o engenheiro da DRR, Enoque e do coordenador da defesa civil estadual, Marcondes Lima para fazer levantamento dos prejuízos causados pelas constantes enchentes que em novembro do ano passado, foi considerada a maior cheia da história do município, atingindo mais de 70% da área urbana do município e verificar o nível de resposta que a Defesa Civil Municipal está dando para o desastre natural. 


Acompanhado do secretário municipal de obras, Manoel Célio, do engenheiro municipal, Cláudio Roberto, da coordenadora da defesa civil municipal, Raimunda Augusto, do deputado estadual, Jenilson Lopes e do prefeito, em exercício, Chagas Batista vistoriou os estragos causados na malha viária, prédios públicos e sistema de drenagem, em especial, a drenagem do igarapé Maria Anália com a implantação de drenagem no trecho entre as Ruas Severiano Ramos e Manoel Lourenço. Em pauta, ainda foi feito a vistoria na cabeceira da ponte sobre o rio Tarauacá, tenho sido constatado a necessidade de continuidade dos trabalhos de restauração da cabeceira da ponte, e por fim, foi vistoriado ainda o deslizamento da encosta de talude (plano de terreno inclinado que limita um aterro e tem como função garantir a estabilidade do aterro) do rio Tarauacá na região do Triângulo e Senador Pompeu, bem como, foi sugerido um trabalho em conjunto das administrações municipal, estadual e federal, no que diz respeito as moradias e nos serviços de contenção de talude (plano de terreno inclinado que limita um aterro e tem como função garantir a estabilidade do aterro). 


O técnico da Defesa Civil Nacional também se reuniu com os membros da Defesa Civil de Tarauacá para orientar sobre a elaboração do Plano Detalhado de Resposta (PDR), que possibilitará ao município o acesso a recursos federais para ações de assistência humanitária. De acordo com Estelles, a Defesa Civil Nacional age de maneira complementar às ações estaduais e municipais buscando que esses dois entes consigam dar a melhor resposta possível à situação de desastre. 


“Nós viemos aqui orientar a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil e fazer um trabalho junto à Defesa Civil Estadual no sentido da obtenção de recursos tanto para as ações de resposta, que são socorro, assistência e restabelecimento emergencial, quanto para ações de reconstrução da melhor forma e o mais rápido possível”, afirmou. 


Para o prefeito, em exercício, Chagas Batista, a vinda do técnico da Defesa Civil Nacional a Tarauacá tem uma grande importância para o correto detalhamento das informações necessárias para que o Plano Detalhado de Resposta seja bem sucedido. 

“A oportunidade de tirarmos dúvidas pessoalmente e de entregarmos em mão alguns documentos com informações importantes sobre a situação do município torna muito mais fácil e seguro o nosso trabalho”, disse.

AssecomTK

Acreana ganha prêmio internacional por pesquisa sobre câncer


A acreana Joema Felipe, de 35 anos, ganhou um prêmio com pesquisa sobre o câncer. (Foto: Joema Felipe / Arquivo Pessoal)

Os tratamentos de câncer de mama e o uso da quimioterapia podem sofrer alterações, graças ao estudo realizado por um grupo de pesquisadores da Ontario Institute of Cancer Research, em Toronto, no Canadá. A acreana Joema Felipe Lima, de 35 anos, é a única médica brasileira do estudo e sua equipe ganhou, no dia 21 de março, um prêmio internacional no 14ᵒ St. Gallen International Breast Cancer Conference. Natural de Rio Branco, Joema se formou em medicina na Universidade Federal do Pará (UFPA) e por um ano foi professora da Universidade Federal do Acre (Ufac).

No estudo intitulado ‘Luminal A vs Luminal B: Impact of different St.Gallen Ki67 and PgR cut points in the TEAM study’ eles avaliaram o método de separação dos pacientes com câncer de mama, que normalmente são divididos em luminal A (menos agressivo) e luminal B (mais agressivo), usando como base um biomarcador de proliferação chamado Ki67, que no caso é uma proteína. Foram avaliados 3.790 pacientes.

“Existem estudos e instituições que querem dividir câncer de mama com receptor de estrogênio em dois grupos: luminal A e luminal B. Nossos dados e nosso questionamento é se essa dicotomização pode realmente ser feita, uma vez que o câncer de mama é muito heterogêneo e, entre esses tumores, existem nuances de gravidade. Não é pranco ou preto”, explica.

Equipe discute a categorização do câncer de mama baseada no biomarcador Ki67.
(Foto: Joema Felipe / Arquivo Pessoal)

Para ela, a pesquisa é importante porque muitas vezes os pacientes acabam recebendo o tratamento de quimioterapia sem necassidade. “Quando se categoriza as pacientes como luminal B, ela recebe quimioterapia. O que estamos questionando é se essa categorização, baseada nos valores de Ki67, serve para a paciente. Eu acredito que não, porque esses valores são arbitrários e não refletem o comportamento biológico do tumor e ainda faz a paciente receber tratamento quimioterápico sem necessidade”, afirma.

Por conta desse e outros estudos, o congresso, em que os pesquisadores foram premiados, decidiu abandonar os antigos conceitos do uso do biomarcador para determinar o tratamento de quimioterapia. “O estudo ganhou o prêmio de primeiro lugar justamente por desafiar o status e a maneira com que outros pesquisadores enxergam a doença”, diz Joema.

Ela acredita que, gradativamento, haverá mudanças na hora de determinar quem deve ou não receber o tratamento em quimioterapia. “O consenso [da Conferência] lança orientações que podem ou não serem seguidas pelas instituições. Relacionando ao meu trabalho, o paciente deverá ter um Ki67 maior ou igual a 30% do tumor para ser considerado luminal B”, explica.

Da direita para a esquerda, Joelma ao lado de Jane Bayani, Dan Dion e seu chefe John Bartlett no Ontario Institute of Cancer Research (Foto: Joelma Lima/Arquivo pessoal ).

Veriana Ribeiro, G1 AC

Cruzeiro do Sul espera implantação de Procon há 6 anos

Prefeitura diz que busca ajuda do Estado judicialmente. Procon diz que até segundo semestre deste ano haverá instalação.

Por Adelcimar Carvalho
Do G1 AC

Segunda maior cidade do estado espera por instalação há seis anos (Foto: Adelcimar Carvalho/G1)

Com cerca de 80 mil habitantes, a cidade acreana deCruzeiro do Sul, distante 648 quilômetros de Rio Branco, está há 6 anos esperando a implantação do Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). Desde 2009, uma lei foi sancionada para a implantação do órgão na cidade, onde foi firmada uma parceria entre o Estado e município. No acordo, o Estado ficaria responsável pela parte técnica e o município com o aluguel de um prédio para o funcionamento do órgão.

Segundo o procurador jurídico do município, Jhonatas Donadoni, a administração fez sua parte e alugou o imóvel, mas o Estado não cumpriu o acordo. Ele alega que a prefeitura não tem condições de arcar com toda a responsabilidade para que o órgão seja implantado de fato e de direito.

“Temos uma limitação financeira, estamos com gastos acima do patamar estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Criamos a lei, mas a implantação depende do apoio do governo. Tramita hoje uma ação judicial, onde decido qual será a contrapartida de cada ente do poder público", explica.

Donadoni diz ainda que sem um aparato do Estado, a cidade não pode implantar o serviço.“Não podemos implantar o Procon em Cruzeiro do Sul sem o apoio do governo.Estamos buscando isso judicialmente. Na capital, o espaço físico e servidores fazem parte da estrutura do Estado. O Procon é de responsabilidade do Estado e município”, destaca.

Um dos benefícios que a implantação traria para a cidade era desafogar a Defensoria Pública, que atualmente funciona apenas com dois defensores.

O diretor do Procon, Diego Rodrigues, afirma que a municipalização do Procon é de competência dos municípios. Ele confirma que houve um termo de cooperação, mas que a prefeitura não demonstrou interesse em efetivar a instalação do órgão. “O Estado chegou a propor ajuda, mas não houve interesse por parte da prefeitura”.

Segundo ele, está sendo feito um estudo de instalação do Procon em alguns municípios, entre eles está Cruzeiro do Sul, pois, trata-se de um serviço relevante e garante que até o segundo semestre deste ano, a implantação deve ser feita. “Estamos nos programando para instalar o órgão em Cruzeiro do Sul, seja em parceria com a prefeitura ou não. É um serviço relevante para a comunidade e nos estamos trabalhando para atender essa necessidade”, afirma.