quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Eleições2016/Tarauacá: Candidatos falam de suas propostas na rádio Nova FM

 
Os candidatos a prefeitos (as) de Tarauacá foram recebidos nesta quinta-feira, 25, na Rádio Nova Era FM pelo radialista Raimundo Accioly para uma entrevista de vinte minutos com os três (duas mulheres e um homem) postulantes ao cargo. Durante esses vinte minutos os candidatos: Rodrigo Damasceno (PT), Teka Torquato (PR) e Marilete Vitorino (PSD) expuseram suas propostas aos eleitores e fizeram criticas indiretas aos adversários.

Rodrigo Damasceno
Pelo sorteio, Rodrigo Damasceno (PT) foi o primeiro a ser entrevistado. O petista narrou sua trajetória de vida, falou do seu mandato e criticou a administração anterior e comparou os números de sua gestão com as anteriores.

Trajetória e realização

Damasceno disse ter se formado em medicina aos 21 anos, e aos 25 concluiu a pós-graduação em ginecologia. O candidato à reeleição fez um balanço de sua gestão: “Construímos três quadras cobertas e estamos entregando à quarta (em três anos construímos mais que os cem anos da história de Tarauacá); climatizamos todas as escolas urbanas da rede municipal; tiramos o município do SERASA (livrou o município das pendencias que impedia de receber recursos federias); Construímos ou reformamos postos de saúde em todos os bairros; construímos uma creche padrão MEC”.

Segundo mandato
No tocante ao segundo mandato, caso seja reeleito, Rodrigo disse que será prioridade da sua gestão a construção de moradias populares no bairro da Conquista. Uma área de terra comprada pela prefeitura e planejada para o crescimento ordenado da cidade. Lá serão colocadas mais de 500 famílias que vivem em áreas de risco. O saneamento básico também será prioridade da gestão.

Crítica
O petista também fez uma comparação da sua gestão com as gestões de suas adversárias, que já governaram direto ou indiretamente o município. “Recebemos a prefeitura com mais de sete milhões de dividas, realizamos concursos públicos, pagamos os trabalhadores com salários atrasados deixado pela administração anterior. A prefeitura tinha uma divida milionária de energia elétrica, com o INSS. Contudo, conseguimos sanar essas dividas ou renegociamos para poder receber recursos federais”.

Teka Torquato

A candidata do PR, Teka Torquato, foi a segunda a ser entrevista pela ordem do sorteio. A candidata iniciou sua fala agradecendo a Deus, falando de sua família e os motivos que fizeram com que ela entrasse na disputa. A republicana disse nunca ter sido política, apesar participar desde 1990 com seu irmão Wando Torquato (ex-prefeito) das eleições que ele concorreu. “Acompanho meu irmão desde 1990 quando ele tinha um sonho de governar Tarauacá, de ajudar os mais necessitados (chorou), e conseguimos, mas ele teve seu sonho interrompido”.

Entrei nessa disputa a pedido do meu irmão, das lideranças do PR, do povo da zona rural- os mais necessitados que clamam pela volta do Wando, que sentem a falta dos subsídios que recebiam para o transporte, do apoio que tinham quando vinham à cidade-.

A candidata disse que na qualidade de professora vai valorizar a classe, melhorar a saúde. E que contará com o apoio direto do seu irmão na gestão.

Marilete Vitorino

A ex-prefeita Marilete Vitorino (PSD) foi à terceira candidata a conceder entrevista. A ex-gestora iniciou sua fala saudando desde as comunidades indígenas ao homem do campo. Se pondo como uma mulher querida pela população e seu retorno à política é por conta dos inúmeros pedidos que recebeu dos colonos, dos presidentes de bairros para disputar a prefeitura novamente. “Apesar da minha família não querer que eu voltasse a disputar cargos políticos, eu atendi ao chamado do povo”.

Campanha
Marilete disse se o povo lhe conceder um novo mandato vai governar com transparência, honestidade e seriedade. “Nossa bandeira de campanha é governar com transparência (atualizando o Portal da Transparência mensalmente para que as pessoas saibam o que entra nos cofres da prefeitura e em que foi gasto), com honestidade e seriedade”. Vamos fazer um choque de gestão: “reduzir os cargos comissionados, fazer um estudo para reduzir o número de secretarias, realizar concurso com seriedade, e trabalhar com pessoas da terra. Temos pessoas qualificadas em Tarauacá, não precisamos importar ninguém para vir melhorar de vida aqui”.

Crítica

Marilete afirmou que a saúde municipal vive um caos, “ falta médicos nos postos, falta material odontológico, uma pessoas para conseguir uma consulta precisa ir para fila às quatro horas da manha nos postos de saúde. E que todos os postos de saúde que foram entregues na gestão atual foram construídos com os recursos deixados pela gestão dela”.

Plano de gestão
A candidata disse que caso seja eleita vai construir a casa do talento da juventude, alugar um carro para transportar mulheres da maternidade para suas casas após o parto, criar a vila agrícola para que idosos possam trabalhar e se exercitarem, construirá casas populares com apoio dos senadores Gladson e Petecão.

Debate

Rodrigo Damasceno e Marilete Vitorino pediram a realização de um debate promovido pela Rádio Nova Era.

Por Leandro Matthaus  
Blog Tarauacá Agora

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Acre/eleições: PCdoB duplica o número de candidaturas a prefeito em 2016


O PCdoB acreano duplicou o número de candidaturas ao cargo de prefeito em relação a 2012.  Na eleição passada o partido lançou dois candidatos a prefeito. A sigla obteve vitória nas duas disputas.

Foi em 2012 que o partido elegeu o prefeito no Acre, no caso  dois: Élson Farias e Vareda, em Jordão  e Capixaba, respectivamente.

Em 2016, o partido duplicou o número de candidaturas. Todas com chance de vitória.
O PCdoB disputa com candidatura própria em Plácido de Castro , Jordão , Bujari e Assis Brasil.

O partido tem ainda,  três candidatos ao cargo de vice-prefeito em: Manoel Urbano, Capixaba e Tarauacá.

Em 2014, o PCdoB sofreu uma das maiores derrotas política no Estado, perdeu a única representante na Câmara Federal, e uma das duas  cadeiras que tinha na ALEAC.

Passadas as eleições de 2014,  o deputado Jenilson Leite, vice-presidente da sigla no Estado, assumiu as articulações e conseguiu reerguer a legenda  comunista. Trouxe novas lideranças, aumentou o número de candidatos a prefeitos e a vereadores no Estado.

Por Leandro Matthaus

Blog Tarauacá Agora

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Política jordanense

No futebol é comum jogador “perna de pau”, sem habilidade, criar um time apenas para poder jogar. Na política não é diferente. Por exemplo, em Jordão, Tom Sérgio, ex-gerente do DEPASA local e irmão do deputado Jesus Sérgio (PDT), montou uma chapa de vereador para poder se eleger. Com candidaturas medianas Tom caminha leve e solto rumo ao parlamento.


Chapa razoável 
A chapa pedetista montada por Tom é razoável, os nomes que compõe a sigla tem em média cinquenta votos cada. Tom Sérgio e os índios são os únicos nomes que provavelmente ultrapassem a casa dos cinquenta votos na sigla. 


Habilidade 
Na política não basta ter dinheiro para disputar uma eleição, precisa ter habilidade para construir uma boa escada e subir nela. 


Férias 
A entrada do vereador Guedes Oliveira no PSDB pode ser o carimbo das férias do Vavá. Com uma votação abaixo da casa dos cem, Vavá pode iniciar 2017 de férias do parlamento. 


PSDB e PP
A chapa do PSDB e PP é a chamada chapa da morte. Disputam a reeleição Guedes Oliveira, Chico Sereno, Zé Cariolanda e Vavá. 


PMDB
O PMDB trabalha com a possibilidade de eleger dois vereadores. A reeleição da Zeina é dada como certa. Os demais nomes que brigam por uma vaga é João Manguaba, Pachola e Assis da Aracir. 


PT e PCdoB
A disputa está acirrada entre Abel Ximenes, Doda, Dê Dias,  Rosaldo, Meire Sérgio e Fernando Muniz. Os demais entraram na disputa para somarem votos para legenda. 


Dois irmãos
Se o Tom Sérgio (PDT) for eleito e sua irmã Meire Sérgio (PCdoB) conquistar a reeleição, a Câmara de vereadores de Jordão terá dois irmãos numa mesma legislatura pela primeira vez.




Por Leandro Matthaus 
Blog Tarauacá Agora

domingo, 21 de agosto de 2016

Weverton , o herói do Brasil é acreano

RESUMÃO Por Alexandre Lozetti, Felipe Schmidt e Raphael Zarko



Conte, carioca, quando este sábado virar lenda, que você estava no Maracanã – mesmo que seja mentira. Na praia, nos botecos, nas ruas, rememore deliciosamente: você viu Neymar avisar que também estava lá; gritou o nome do camisa 10 antes do golaço de falta; calou-se por um milionésimo de segundo quando os alemães empataram em 1 a 1 e levaram o jogo para a prorrogação e os pênaltis. Lembre como pulou porque era pentacampeão mundial. E como, quando o capitão converteu o angustiante quinto pênalti e fez 5 a 4, você saiu do chão também porque era, enfim, campeão olímpico de futebol masculino. Você, carioca, só não estará mais orgulhoso que os acreanos: porque o herói da medalha de ouro é de Rio Branco, é goleiro, é Weverton, responsável por defender a cobrança de Petersen. (Globo Esporte)

Eleições/Acre: Sete indígenas disputam cargos no executivo

Os indígenas estão em alta nessa eleição no Acre, nunca antes tinham sido tão acionados nas disputas eleitorais. 

Nesta eleição dois indígenas disputam o cargo de prefeito e mais cinco disputam o cargo de vice. Além de vários candidatos ao legislativo. 

Paulo Lopes Kaxinawá, PSD, disputa o cargo de prefeito de Santa Rosa do Purus. Ainda em Santa Rosa, quatro dos cinco candidatos ao cargo de vice-prefeito são índigenas. 

Outro índio que disputa o cargo de prefeito é Isaac Pianko, PMDB, de Marechal Thuamaturgo. 

No município de Jordão quarenta por cento da população é indígena da etnia Kaxinawá. Das três candidaturas majoritária apenas uma tem índio. Zé Eloy Kaxinawá (PR) disputa o cargo de vice-prefeito ao lado de Esperidião Júnior. No entanto, na chapa não tem candidato indígena ao legislativo. 

As informações foram obtidas no site do TSE. 

Por Leandro Matthaus

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Moisés Diniz cumpre agenda em Tarauacá


O deputado federal Moisés Diniz ( PCdoB) cumpriu a primeira agenda parlamentar no Acre no município de Tarauacá, nesta sexta-feira, 19. O parlamentar participou da inauguração do sistema do DEPASA que amplia em 100% a distribuição de água na cidade. 

Moisés tomou posse como suplente de deputado federal no dia 16 de agosto, no lugar do petista Sibá Machado que se licenciou do cargo para assumir o cargo de secretário estadual de Indústria e Comércio do Acre. 

Diniz é natural de Cruzeiro do Sul, mas foi em Tarauacá que ele iniciou sua trajetória política. Foi eleito vereador, vice-prefeito e três vezes deputado estadual. 

"Minha primeira agenda parlamentar, no Acre, foi em Tarauacá, hoje de manhã. Inauguração do sistema do DEPASA que aumenta em 100% a distribuição de água na terra de Leandro Tocantins". Escreveu Moisés na rede social FACEBOOK.

Blog Tarauacá Agora

Por Leandro Matthaus

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Jordão: Rita Kaxinawá é a primeira mulher indígena a disputar um cargo político no município



A jovem indígena Rita Sales Kaxinawá, 22, é a primeira mulher indígena a disputar um cargo político no município de Jordão. Rita entra para à história da política jordanense e do seu povo-Kaxinawá ( Hunin Kuin)-, por ser a primeira indígena a disputar uma vaga no legislativo jordanense.

O município têm 24 anos de emancipação política, mas nunca uma mulher indígena havia pleiteado um cargo político eletivo, tampouco foi  nomeada para exercer alguma função pública.

A índia Rita Pinheiro Sales Kaxinawá é candidata a vereadora pelo Partido dos Trabalhadores ( PT). Pela mesma sigla foi eleito em 1996 o primeiro indígena em Jordão, Noberto Sales, com 216 votos.

Rita Sales iniciou  sua trajetória política  na UJS - União da juventude socialista,  e depois migrou para a  JPT.

Por Leandro Matthaus
Blog Tarauacá Agora

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Cruzeiro do Sul: Mais de 25 mil romeiros participam da procissão de Nossa Senhora da Glória


Milhares de fiéis caminharam pelas ruas de Cruzeiro do Sul, no Acre, no início na noite desta segunda-feira em devoção a padroeira dos cruzeirenses, a nossa Senhora da Glória. 

O evento é considerado o maior do Acre, menor apenas que a procissão do Ciro de Nazaré, em Belém, no Pará. 

A procissão teve início na Av. Rodrigues Alves, passando pela Av. Mâncio Lima, 15 de Novembro, Boulevard Taumaturgo, R. Grande do Norte e 28 de setembro - retornando a catedral. 

A missa que é realizada no percurso da romaria foi transmitida pelas Rádios: Verdes Floresta e Rádio Integração. 

Cruzeiro do Sul é uma cidade de tradição católica, a influência é reflexo dos inúmeros colégios estudantis construídos pelos padres alemães. 

Se a fé move montanha eu ainda não vi, mas move milhões a caminharem em devoção a santíssima mãe de Cristo e de todos nós. 

Vários políticos participaram do evento, entre eles: o governador Tião Viana acompanhado de sua esposa Marlúcia Cândido; o senador Jorge Viana; e o prefeito de Cruzeiro do Sul Vagner Sales. 

Por Leandro Matthaus

Foto: João Dias

sábado, 13 de agosto de 2016

Desejo

Desejo um país aonde bandido seja tratado como bandido. Tendo que trabalhar doze horas por dia para comer e beber. Além de sustentar seus familiares que deixou desamparados.

Desejo um país aonde  policiais ( os bons policiais) seja tratado como guardiãs da sociedade.

Desejo um país aonde os professores sejam os heróis da pátria. E que recebam os melhores salários e a sociedade lhe seja grata pelo honroso trabalho.

Desejo um país aonde as mulheres e homens tenham direito igualitários na prática, e não somente em papéis.

Desejo um país que o amor seja a lei maior.

Leandro Matthaus

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

TARAUACÁ: GIOVANNI ACIOLY FAZ SHOW DE ABERTURA DA FEIRA DO AÇAÍ HOJE EM FEIJÓ

O Cantor Tarauacaense Giovanni Acioly, faz, nesta sexta feira, 12 de agosto, o show de abertura da Primeira Feira do Açaí no município de Feijó. Giovanni acaba de chegar de uma turnê pela região do Alto Acre onde fez shows nos municípios de Xapuri e Brasileia. Ainda como atração cultural da primeira noite, haverá uma apresentação especial do Grupo de Dança Vandalup (Tarauacá).


O Evento, que começa hoje e se encerra no próximo domingo (14), antes se chamava Festival do Açaí e agora mudou de nome por uma questão de captação de patrocínio, Na verdade já é a décima sétima edição do evento, organizado pela prefeitura do município promove uma série de atividades culturais, esportivas, negócios para o aquecimento da economia local, recebendo visitantes de vários municípios acreanos.


PROGRAMAÇÃO:


Dia 12 (sexta-feira)
20h45 – Abertura
21h – Grupo de dança Xanã Kaiá
21h30 – Grupo de dança Wandalupp
22h – Giovanni Acioly
00 h – trio Furacão
02h – levada do Gueto


Dia 13 (sábado)
20h – Daniel e Acústico
21h – Luan Lima
23h- Desfile e escolha da Garota do Açaí
0h – Banda Extase
2h – Sandra Melo e Banda


Dia 14 (domingo)
13h – Super cross
21h – Daniel e Acústico
22h – Ferdiney Ryos e banda
0h – Bonde do Forró
2h – Arregaça aê


Por Accioly Gomes, Blog do Accioly TK

Estudantes são homenageados em sessão solene na Assembleia Legislativa

Jenilson Leite, PCdoB, já líder estudantil.

DA REDAÇÃO AC24HORAS 



A Assembleia Legislativa do Acre (ALEAC), realizou na manhã de quinta-feira (11), uma sessão solene em alusão ao Dia do Estudante comemorado no dia 11 de agosto. A sessão que homenageou os estudantes é fruto do requerimento do deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB).

O parlamentar quando adolescente foi presidente de grêmio estudantil, e sua inserção na política teve início no ambiente escolar, em Tarauacá, sua terra natal.


A solenidade teve início com a apresentação do coral da ALEAC. Estiveram presentes na sessão representantes das entidades ligadas ao movimento estudantis: UNE e UBES; a secretária de Juventude de Rio Branco, Temillys Lima; o assessor especial da juventude do Acre, Weverton Matias.

O deputado Jenilson Leite, autor do requerimento da sessão solene, junto ao Deputado Manoel Moraes, durante seu discurso fez uma narrativa de como surgiu o dia do estudante.

“O Dia do Estudante é comemora no Brasil desde o ano de 1927, e teve como ponto de partida algo que ocorreu cem anos antes, isto é, em 1827, na época do recém instituído Império Brasileiro. Em 11 agosto de 1827, o então imperador Dom Pedro I autorizou a criação das duas primeiras faculdades do Brasil: a Faculdade de Direito de Olinda e a Faculdade de Direito do Largo do São Francisco. Por esse motivo, também se comemora o dia do Advogado no Brasil, por isso, quero de antemão parabenizar a todos”.

Jenilson também criticou o que ele classificou como lei da mordaça. “Este projeto de lei “Escola Sem Partido” que tramita na Câmara federal é um cerceamento a liberdade de expressão e pensamento. Os estudantes precisam lutar contra mais essa mordaça que os conservadores querem implantar no Brasil”.

A sessão foi dirigida pelos deputados Éber Machado ( PSDC) e Manoel Morais.

Um país que não valoriza o professor está condenado a ser submisso sempre

Enquanto a Educação brasileira não for prioridade, nosso país jamais sairá do submundo. A Educação é o caminho mais fácil de progresso, tanto na forma coletiva como no individual. O primeiro passo para um país ter bons índices educacionais é valorizar quem educa, ou seja, o professor- cuja profissão é a mais nobre de todas-. 

Valorizar a Educação significa ter um país progressivo. O governo tem que investir na Educação, pagar bem os docentes, capacitá-lo, permitir ascensão aos docentes na carreira do magistério. 

Ser docente no Brasil é desestimulante. Hoje um professor com pós-doutorado com dedicação exclusiva ganha bruto 17 mil reais mensais no ensino superior, mas quando se aposenta fica com um salário de 5 mil. Ou seja, o profissional perde dois terços do erário, pois cinco mil é o teto da presidência pública. Algo vergonhoso!

A Coréia do Sul é a potência tecnológica que é por ter investido na Educação. Os docentes coreanos recebem o maior salário do país, inclusive, até mais que o presidente do país. 

No Japão, o professor é reverenciado pelo imperador. No Brasil, apanha dos gestores quando reivindicavam melhores salários, como foi o caso dos professores do Paraná. 

A sociedade brasileira precisa entender de forma clara o papel social que o professor exerce nas nossas vidas. A partir deste momento haverá o apoio necessário para que esta classe se torne prioridade em relação as demais. Até porque é o professor que forma todos os demais profissionais, mas é o que ganha menos. 

O governo investe mais em infraestrutura e no comércio que nas áreas de Educação, isso precisa ser revisto. Essas áreas têm apenas que receberem estímulos do governo, diferente da Educação. Pois o comércio deve ser área de investimento exclusivo da iniciativa privada. Não de governo. 

A Educação é tão importante que Émile Durkheim, sociólogo francês da época da revolução francesa, dizia por meio da tese do funcionalismo que somente a Educação é capaz de preparar o homem para viver em sociedade. 

Um exemplo que pode ser citado é que quando os filhos não são educação pelos pais na grande maioria estão condenados a marginalidade, assim é o país que não educa seus cidadãos. 

Por Leandro Matthaus

Blog Tarauacá Agora

Jovens são agredidas após realizarem manifestação pacífica em comemoração aos 10 anos da Lei Maria da Penha.



Por João Braz, Jordão Agora

Pela parte da manhã de domingo, 7, foi organizado uma pequena manifestação pacifica no coreto da praça da Avenida Francisco Dias em Jordão, em comemoração aos 10 anos de sansão da lei Maria da penha. Na ocasião forma  homenageadas várias mulheres de renome nacional como a presidente Dilma, Rute Cardoso e mulheres de nosso município como Lucimar Melo, Nágela Figueiredo, Cristina Sérgio, Leila Lopes entre outras que muito contribuíram para o município.

Estiveram presentes também alguns homens como Roberto Rodrigues, Ederlândio Dias, Valmir Braz que representaram os pais que lutam para ser exemplos aos filhos. O movimento foi encabeçado pelas mulheres da Família Braz na pessoa da Conselheira de Politicas Publicas para as Mulheres Arlene Braz.